Currículo e cartas de apresentação

Como começar uma carta de apresentação: dicas e exemplos

Escrever uma carta de apresentação para uma seleção de emprego pode ser desafiador em muitos sentidos. Não basta o candidato escolher bem o que vai incluir na carta. O texto precisa estar bem escrito, o que exige outras qualidades. Por isso, iniciar uma carta de apresentação pode ser intimidador. Seguindo o ditado de que "a primeira impressão é a que fica", é nas primeiras frases de sua carta que o candidato tem a chance de impressionar positivamente o avaliador.

Essa etapa da escrita pode, no entanto, ser contornada sem maiores preocupações. Para isso, basta seguir algumas orientações básicas. Sua carta deve transmitir autenticidade e entusiasmo desde as primeiras linhas, além de destacar as qualidades que fazem de você uma ótima opção para o cargo pretendido.

Se você estiver neste momento olhando para uma tela em branco enquanto tenta formular a introdução perfeita para a sua carta de apresentação, agora é a hora ideal para ler este artigo. Nele, você conhecerá algumas alternativas criativas às formas mais utilizadas, como "Escrevo para expressar meu interesse..." ou "Olá, meu nome é...". Além disso, você poderá ler alguns exemplos de como aplicar essas dicas.

O que não pode faltar na sua carta de apresentação

Seja qual for o caminho escolhido, há algumas regras que devem ser seguidas desde o primeiro parágrafo da sua carta de apresentação.

  • Use uma linguagem clara. Evite frases longas e complicadas, que possam cansar ou confundir o recrutador.
  • Vá direto ao ponto. Cite a vaga à qual está concorrendo e dê pelo menos um bom argumento a seu favor.
  • Demonstre sua motivação. Use palavras positivas. Deixe claro o quanto você quer fazer parte da empresa.
  • Introduza os principais tópicos da sua carta. Seu primeiro parágrafo deve resumir os pontos que você desenvolverá nos parágrafos seguintes.
Candidate-se facilmente com um Currículo Indeed

O que você deve evitar na sua carta de apresentação

Estas dicas valem não apenas para o início da sua carta. Lembre-se, no entanto, que um deslize logo no primeiro parágrafo pode prejudicar a forma como o restante será lido.

  • Não demonstre desespero. Por mais que você precise do emprego, evite demonstrar isso em sua carta.
  • Não perca tempo com informações irrelevantes. O recrutador já tem seus dados pessoais, por isso, não há necessidade de colocá-los na carta de apresentação novamente.
  • Não fale apenas sobre você. É preciso relacionar seus valores, experiência e habilidades às necessidades da empresa.
  • Evite informações vagas. Dê exemplos, cite dados e construa bons argumentos desde as primeiras linhas da sua carta.

Formas de começar sua carta de apresentação

Para iniciar sua carta de forma criativa, você pode optar por uma das nossas sugestões ou combinar mais de uma delas. Escolha a melhor opção de acordo com o perfil da empresa e da vaga à qual você está concorrendo. Se a empresa tiver um perfil informal, você pode ousar mais, mas evite correr riscos.

Mostre entusiasmo pela empresa

Essa é uma boa alternativa caso você já conheça e tenha admiração pela empresa ou pelos seus produtos. Em primeiro lugar, porque isso indica que você já conhece a organização minimamente bem. Além disso, o empregador tende a valorizar o entusiasmo do candidato pela sua empresa, pois vê nisso a possibilidade de contar com um funcionário motivado.

É importante ter em mente, no entanto, que esse sentimento deve parecer convincente para quem está lendo. Seja honesto e dê elementos que reforcem a credibilidade do que você está escrevendo.

Exemplo:

"Fiquei feliz em saber que a XYZ está à procura de um novo diretor comercial para seus projetos em marketing digital. Também me chamou a atenção, positivamente, que as habilidades exigidas para essa função incluem a gestão de campanhas em Google Ads e a produção de conteúdo com SEO.

Acompanho e admiro o trabalho da XYZ há muito tempo, tendo inclusive participado de dois treinamentos em sua área de atuação. Por conhecer bem os valores da empresa e sua forma de trabalhar, além de ter uma experiência de mais de 5 anos como diretor comercial, acredito que eu posso ser uma ótima opção para o cargo.

Mencione que foi indicado por alguém

Caso você esteja concorrendo à vaga após a indicação de algum amigo ou conhecido, pode aproveitar para abrir a carta com essa informação. Mesmo que esse não seja o único fator para a escolha de um candidato, pode ser mais um elemento a seu favor. Ter sido recomendado por um funcionário respeitado na empresa, por exemplo, garante credibilidade e chama a atenção do empregador.

Procure mencionar essa indicação de forma elegante e breve, deixando que a recomendação fale por si só. Você pode reforçar os motivos que contribuíram para sua indicação, citando experiências de trabalho, projetos ou cursos que fez com seu contato em comum.

Exemplo:

“Soube que a posição de Analista de Crédito na ABC está em aberto por meu ex-colega de mestrado José Duarte. Fico feliz com a possibilidade de trabalharmos juntos, visto que desenvolvemos um importante projeto de pesquisa sobre juros variáveis em nosso período na Universidade da Cidade."

Cite uma conquista sua

Para prender a atenção de quem está lendo, você pode citar, já no começo da carta, uma conquista sua que seja relevante para o cargo pretendido. Dê preferência a uma conquista que possa ser compreendida facilmente por quem estiver lendo. Para isso, você pode citar números e/ou fazer uma comparação com indicadores de mercado, por exemplo. É importante relacionar essa conquista à vaga à qual você está se candidatando. Por isso, evite citar algo que não tenha relevância para o empregador.

Exemplo:

"Em meus últimos três anos como gerente de vendas da empresa ABC, aumentei em mais de duas vezes o faturamento das lojas que estavam sob minha operação. Ao mesmo tempo, fui responsável pela contratação de 12 novos gerentes de loja, dos quais apenas 2 não permanecem mais na empresa. Isso indica que o aumento do faturamento sob minha gestão pode estar relacionado, entre outros fatores, ao sucesso dos processos de recrutamento e desenvolvimento de lideranças que comandei na ABC. Espero agora poder levar a minha experiência para a DEF, melhorando seus indicadores e o resultado global da empresa."

Mostre que está bem informado sobre a empresa

Uma opção interessante é abrir sua carta falando sobre a empresa, principalmente se você souber de algo positivo e recente (como um prêmio recebido, por exemplo). Dessa forma, o recrutador deduzirá que você está bem informado sobre a organização. Assim, você poderá justificar sua motivação em trabalhar lá. Ao mesmo tempo, pode relacionar a informação sobre a empresa com alguma habilidade ou experiência sua.

Exemplo:

"Eu soube recentemente dos ótimos resultados obtidos pela XYZ em 2019, conforme divulgado na mídia especializada. Fico inspirado ao ver uma empresa jovem como a XYZ crescer tão rapidamente em um mercado competitivo como o nosso. Devido às minhas experiências de sucesso no desenvolvimento de novos produtos, na empresa ABC e no grupo DEF, acredito que eu possa representar um acréscimo importante para sua equipe de pesquisa.

Demonstre paixão pelo que faz

A paixão é um dos maiores fatores por trás do sucesso. Os recrutadores sempre procuram candidatos que sejam não só competentes para a sua função, mas também motivados para trabalhar na empresa. Iniciar sua carta de apresentação demonstrando sua relação emocional com a profissão pode ser uma forma criativa de mostrar ao avaliador que, caso seja contratado, você será um funcionário motivado e dedicado.

Exemplo:

"Sou apaixonado pelo que faço. Ao longo de mais de 10 anos de carreira como gestor de recursos humanos, desenvolvi um grande carinho pela missão de recrutar e desenvolver profissionais nas mais diversas áreas. Esse sentimento foi responsável por uma busca constante de aprimoramento e pela dedicação com que desempenhei minha função nas empresas ABC e XYZ."

Expresse seus valores pessoais

Com esta abertura, o candidato expõe os valores com que pratica sua profissão. É uma forma de cativar o recrutador e convencê-lo de que o seu perfil é adequado à empresa. Para que funcione bem, no entanto, é importante que os valores pessoais do candidato correspondam, ao menos em parte, aos declarados pela empresa. O texto também precisa estar bem escrito, para não soar forçado. Procure sempre utilizar suas próprias palavras.

Exemplo:

"No exercício de minha profissão, sempre me guiei pelos princípios da integridade, da responsabilidade e da solidariedade. Acredito que a Medicina requer uma postura generosa e sensível por parte de quem a pratica. É essa visão que pretendo levar comigo para o Hospital da Cidade, na certeza de que ela condiz com os valores dessa instituição."