Desenvolvimento de carreira

Usando a saudação “a quem interessar possa” e outras dicas

Com certeza você já deve ter se perguntado “Será que devo usar a declaração ‘A quem interessar possa' na minha carta de apresentação? Será que vai ficar muito formal?”. Bem, saiba que esse tipo de dúvida é mais comum do que parece. Afinal, sempre que você estiver escrevendo um e-mail ou uma carta de apresentação para um processo seletivo, é importante usar a saudação apropriada.

Esse elemento, no entanto, costuma gerar muitas dúvidas em todos os candidatos a um processo seletivo. Afinal, quem lerá a mensagem? Nem sempre temos acesso ao nome do recrutador no momento da vaga. Na verdade, na maioria das vezes, é impossível saber. Se for o caso, qual seria a forma mais apropriada de usar uma saudação genérica sem parecer despreocupado demais? Há muitas alternativas, e pode ser desafiador determinar a mais adequada para cada situação. Por outro lado, mesmo que você saiba o nome ou o título do destinatário, pode ter dúvidas sobre qual forma de tratamento deve utilizar.

Para ajudar você a tirar essas e outras dúvidas, preparamos este artigo com descrições e possíveis usos das diferentes formas de saudação. Confira também nossas dicas para você tomar a decisão correta conforme a situação em que se encontra.

Saudações mais comuns quando o nome do destinatário estiver no anúncio

Nesse caso, não será necessário utilizar o “a quem interessar possa”, já que o nome do destinatário é conhecido. Mas você pode usar diferentes alternativas na saudação da sua carta formal, veja:

Caro(a)/Prezado(a) [Nome do(a) destinatário(a)]

Caro(a)/Prezado(a) Sr.(a) [Nome do(a) destinatário(a)]

Se você tem certeza do nome do destinatário para quem o e-mail deve ser enviado, pode se dirigir diretamente a ele citando seu nome na saudação. O mais indicado para dar um ar mais formal à saudação é usar uma forma de tratamento simples antes do nome. As expressões "Caro(a)" e "Prezado(a)", nesse caso, são as mais comuns e podem ser utilizadas em qualquer situação. É possível também usar Sr./Sra. como complemento, antes do nome do destinatário, caso você deseje utilizar uma saudação mais formal.

Caro(a)/Prezado(a) [Dr.(Dra.)/Presidente] [Nome do(a) destinatário(a)]

Vossa Excelência (ou V. Ex. ª)

Vossa Senhoria (ou V.S.ª)

Caso o destinatário tenha um título específico devido à sua posição na empresa, profissão ou grau acadêmico, você pode adicioná-lo à saudação anterior. Essa é uma forma de elevar o nível de formalidade em sua comunicação e demonstrar respeito pelo destinatário. Formas de tratamento como Vossa Excelência (muito utilizado para se referir às autoridades políticas) podem, inclusive, eliminar a necessidade de fazer menção ao nome do destinatário, mesmo que ele seja conhecido.

Candidate-se facilmente com um Currículo Indeed

Saudações mais utilizadas quando o nome do destinatário for desconhecido

Nem sempre será possível descobrir o nome da pessoa para quem você deve enviar sua carta de apresentação. Nesse caso, veja abaixo quais são as opções mais comuns para poder se dirigir ao recrutador de maneira formal.

A quem interessar possa

Se você desconhece completamente o nome do recrutador ou não sabe para qual setor deve encaminhar sua carta de apresentação, uma saudação excelente para sua carta formal e que demonstra muito zelo é a famosa “A quem interessar possa”. Ela se dirige ao recrutador de maneira genérica, mas aparenta cuidado e não deixa de ser correta nesse tipo de situação.

Caro(a)/Prezado(a) [Diretor(a)/Gerente]

Se você desconhece o nome da pessoa que lerá seu e-mail ou sua carta de apresentação, mas sabe qual é o seu cargo na empresa, pode mencioná-lo na saudação. Esta é uma boa alternativa para estabelecer uma comunicação mais direta com seu interlocutor, mesmo sem poder citar seu nome. No entanto, vale aqui o mesmo que já foi dito em relação à citação de um nome específico: só mencione o cargo do destinatário se você tiver certeza de que ele está correto.

Caro(a)/Prezado(a) [Departamento de Compras/Diretoria de Vendas]

Caso você não conheça o nome nem o cargo do destinatário, mas sabe o setor da empresa responsável por avaliar sua candidatura, poderá citá-lo na saudação. Nesse caso, é possível ainda usar uma forma de tratamento simples e respeitosa, que se estenda a qualquer profissional do setor, conforme o exemplo citado acima.

Caro(a)/Prezado(a) [responsável/recrutador]

Muitas vezes, como já dissemos acima, você não terá informação alguma sobre a pessoa responsável por ler seu e-mail ou carta. Caso você não queira fazer o uso da expressão “A quem interessar possa”, também poderá utilizar o termo “responsável” ou “recrutador”, para se referir ao destinatário. Ao tratar o destinatário dessa forma, você faz menção à relação que ele terá com você. A saudação, nesse caso, pode até ser mais simples, mas não deixa de ser respeitosa.

Caro(a)/Prezado(a) [Nome da Empresa]

Outra opção mais genérica, mas que não deixa de ser elegante, é incluir o nome da própria empresa na saudação. Essa opção estabelece uma comunicação direta e formal com o destinatário, sem representar riscos ao candidato - a não ser que você erre o nome da empresa, é claro!

Mas e se eu quiser ser um pouco mais informal?

Olá/Bom dia/Boa tarde

Independentemente das informações disponíveis sobre o seu destinatário, você pode preferir uma saudação mais jovial. Essa é uma alternativa interessante quando a empresa tem um perfil menos formal, como as que atuam no ramo de TI. Também pode ser uma boa escolha para algumas situações específicas. Por exemplo, se você já enviou uma mensagem ao destinatário com uma saudação mais formal, mas precisa retificar alguma informação, nem sempre é preciso se dirigir a ele de maneira formal novamente.

Dicas para descobrir o nome do destinatário

Conhecer o nome e/ou cargo do seu destinatário pode ser muito útil para a sua candidatura. Além de incluir essas informações em uma saudação, você poderá pesquisar mais sobre o destinatário e melhorar o próprio conteúdo de seu e-mail ou carta de apresentação com base no perfil que você conseguiu traçar.

Por exemplo: caso descubra que seu destinatário estudou no mesmo local que você, pode ser interessante incluir em sua carta de apresentação mais atividades que foram realizadas nessa escola ou universidade. Sem conhecer seu destinatário, talvez você pensasse que essas experiências seriam pouco valorizadas.

Pensando nisso, listamos algumas formas de descobrir o nome da pessoa responsável por receber sua candidatura:

Verifique a descrição da vaga

Se você estiver se candidatando a uma vaga específica, anunciada como parte de um processo de seleção, leia cuidadosamente a descrição. Às vezes as empresas incluem no anúncio da vaga o nome do recrutador ou do gerente de contratação responsável. Em outras situações, o próprio e-mail divulgado para o envio de candidaturas tem o nome desse profissional.

Confira a página da empresa

Ao se candidatar a uma vaga de emprego, sempre é recomendável pesquisar mais sobre ela. Desta forma, você pode avaliar se o seu perfil tem a ver com o perfil da empresa e preparar-se para uma possível entrevista de emprego. A melhor fonte de informações, normalmente, é a própria página da empresa na internet.

Ao realizar essa pesquisa, aproveite para procurar informações sobre o profissional ou o setor responsável pela sua contratação. Muitas empresas incluem uma seção com o nome de “Quem Somos” ou “Sobre nós”, onde listam os nomes de seus funcionários, os cargos que ocupam e dados para contato. Ao verificar essa seção, suas chances de encontrar o nome do responsável pela vaga aumentam consideravelmente. Vale a pena dar uma olhada!

Pergunte a outras pessoas

Se você tiver algum contato dentro da empresa, pergunte se ele tem autorização para te informar quais são o nome e o cargo do responsável pela seleção. Esse contato pode ser um amigo, um ex-colega de trabalho ou de faculdade. Também pode ser alguém com quem você já se correspondeu em outra oportunidade, por razões profissionais ou até mesmo por ter participado de outro processo seletivo.

Pergunte para a própria empresa

Caso você não consiga descobrir o nome e cargo da pessoa pelos métodos anteriores, você pode simplesmente entrar em contato com a empresa e solicitar essas informações. Se o contato for por telefone, apresente-se, mencione o processo seletivo de que pretende participar e explique que gostaria de saber quem é o responsável pela vaga para endereçar de forma correta sua candidatura.

Usar a saudação mais adequada ao enviar um e-mail ou carta de apresentação demonstra profissionalismo e pode ajudar você a causar uma boa impressão em um processo de seleção. Por outro lado, uma escolha inadequada pode causar ruídos na comunicação e prejudicar sua apresentação. Ao se candidatar a uma vaga de emprego, pense em todos os detalhes. Eles poderão ser cruciais para que você consiga a entrevista que tanto deseja.