Faça sua autoavaliação e aproxime-se do que realmente faz bem para o seu futuro profissional

Atualizado em: 30 de novembro de 2022

Refletir sobre como anda a vida nos mais diversos setores é uma atitude comum, mas adotada de maneira dispersa. É importante praticar a autoavaliação com um olhar crítico para identificar potenciais pontos de melhoria em sua vida. Saiba como fazer isso com sabedoria.
Vagas relacionadas no Indeed
Vagas de meio período
Ver mais vagas no Indeed

Autoavaliação e sua aplicação no cotidiano

A autoavaliação é um exercício que deve ser feito em vários momentos e aspectos de nossas vidas, e o profissional é uma importante área a ser observada.É claro que entender o que está sendo feito de maneira errada e também o que está sendo feito da forma correta é importante, mas também é preciso avaliar se você de fato está feliz com a atividade que desempenha e como vai alcançar os objetivos que traçou para o futuro. Por isso, fazer uma autoavaliação periódica é essencial para tornar sua vida e sua carreira ainda mais ricas.Relacionado: O que é uma carreira em T

Autoavaliação é para todos

Encarar os próprios defeitos, limitações, qualidades e ambições é assustador para muitas pessoas. Pode-se imaginar como é difícil para alguém chegar conscientemente à conclusão de que está na profissão errada ou se sente infeliz com o trabalho atual e até insatisfeito com a vida pessoal.Por outro lado, a autoavaliação permitirá que você tire dos olhos a venda da autossabotagem e enxergue a realidade dos fatos, pois um trabalho pode proporcionar algum conforto financeiro, mas talvez não cumpra o papel de trazer um sentimento de reconhecimento, valorização e pertencimento a algo que faça sentido para você.Relacionado: Entenda o que é reconhecimento profissional e a sua importância

O trabalho é motivo de satisfação

No ambiente de trabalho, diversos pontos precisam ser avaliados antes de se chegar ao veredito sobre estar satisfeito ou não com o que se faz. Por exemplo: você está feliz com a empresa, com os outros colaboradores, com o esforço que precisa fazer para se deslocar de casa até o trabalho ou, ainda, com o que almeja conquistar nessa empresa no futuro. São questionamentos válidos para tornar o seu caminho mais leve e ser honesto consigo mesmo.

É preciso entregar resultados todo dia

Em uma autoavaliação bem-feita, você deve saber se está entregando os resultados que a empresa espera de você e, mais importante, se está cumprindo o que você mesmo espera de seu desempenho. É preciso um olhar sério sobre essa questão, pois falhas nesse julgamento podem levar você a cometer erros justamente por acreditar em uma autossabotagem disfarçada de autoavaliação.

Investir na carreira é investir em você

Para ter algum progresso na carreira, é preciso aprender algo novo, pois ninguém consegue resultados diferentes com as mesmas atitudes. Portanto, investir na carreira é essencial para identificar os pontos em que você tem dificuldade e conhecer novas tendências para continuar atualizado com a dinâmica do mercado, que, aliás, muda cada vez mais rápido.Mas você pode se perguntar se isso pode custar muito dinheiro até para profissionais já experientes. A resposta é que, se você estiver cogitando uma especialização em uma instituição de ensino renomada, você vai precisar, sim, de algum recurso disponível.Relacionado: Cursos on-line com certificado grátis

Investir na carreira não precisa custar caro

Investir na carreira não se limita a buscar as melhores instituições para estudar. Hoje, você consegue aprender muito e com pouco investimento financeiro através de cursos online e treinamentos virtuais que, em muitos casos, oferecem certificação semelhante à de um curso de extensão universitária. Mas investir na carreira não significa necessariamente aprender algo em um curso. Vale desde ler um livro relacionado ao seu trabalho até acompanhar um podcast que ofereça insights para você gerenciar melhor sua vida. Investir na carreira é investir seu tempo em algo que lhe traga mais aprendizado.

O que faz você levantar da cama

Essa resposta você deve ter na ponta da língua quando o assunto é uma boa autoavaliação. Ter consciência das motivações que o fazem acordar todo dia e realizar suas atividades. Embora seja óbvio que essas motivações variam ao longo da vida, é essencial saber quais são as coisas importantes para você em cada período.Isso quer dizer que, se o trabalho não figura entre essas motivações, você provavelmente está na empresa errada ou na profissão errada. Descubra o que gosta de verdade e verifique se é possível fazer algo parecido no seu trabalho ou em outra profissão relacionada a isso.

Faça você mesmo sua autoavaliação

Descobrimos que a autoavaliação não é tão difícil e vimos acima que os benefícios podem ser impressionantes para o crescimento pessoal. Mas agora é a hora de anotar e procurar seguir as dicas para fazer uma autoavaliação que funcione para você.

Essa incompreendida sinceridade

Muitos acreditam que a sinceridade está mais perto de um defeito do que de uma virtude. Mas isso não é verdade: ser sincero é encarar as coisas como elas são, e não tentar maquiar ou esconder a realidade. Portanto, em um exercício de autoavaliação, o que você menos vai precisar é não ser 100% sincero consigo mesmo. Lembre-se de que é importante colocar para fora tudo o que você tem de positivo e de negativo e também identificar situações que você considera boas ou ruins. Pegue um papel e caneta ou anote no seu celular.

Enalteça suas conquistas

Se você chegou até aqui, é porque há coisas bacanas que fez anteriormente. Essas conquistas que parecem irrelevantes para você podem ser justamente uma característica diferencial que decidirá uma entrevista de emprego a seu favor. O mesmo vale para pessoas com carreira estável: destaque o que sua atuação trouxe de bom para a empresa e como os cursos, treinamentos e conhecimentos adquiridos foram importantes para o seu aprendizado. Tudo isso pode ser material importante para elaborar um currículo campeão e, acima de tudo, transformar você em uma pessoa mais confiante.

Todo mundo pode errar

Aqui, o importante é a maturidade que diferencia adultos de crianças. Assumir as falhas que cometemos é um desafio e tanto. Mas, nesse momento de autoavaliação, você está livre das amarras do julgamento alheio e pode ser sincero, sem se preocupar com mais nada além do seu crescimento profissional. Pense nas diversas vezes que você, de alguma forma, falhou e como poderia ter feito as coisas de maneira diferente. Isso o ajudará a perceber que ninguém é perfeito e educará sua mente a não cometer o mesmo erro duas vezes.

Sonhar sempre e sonhar alto

Busque em você aquela a resposta para a pergunta clássica: o que você quer ser quando crescer? Esse exercício deve ser repetido a vida toda para guiar os seus atos em busca de algo que faça bem para você e ajudá-lo a tomar atitudes que vão ao encontro desse objetivo para o seu futuro profissional. Afinal, o seu momento atual era o futuro havia pouco tempo.Relacionado: Faça seu plano de vida

Você é o seu maior ativo

Investir em conhecimento nunca é demais. É importante considerar que aprender coisas novas é a melhor maneira de ter instrumentos para se adaptar e corrigir os problemas que a vida pode apresentar, mas que também contribuem para o seu crescimento.

Você é único nos pontos fortes e nos pontos fracos

Defina com sinceridade o que faz você ser bom em algo. Liste os comportamentos que você mais se orgulha de dizer que tem e como isso tudo o destaca dos demais profissionais na sua área. O mesmo vale para os pontos fracos. Não tenha medo nem vergonha de si mesmo nesse momento, lembre-se de que não há ninguém para julgá-lo nesse exercício. Os pontos fracos, na verdade, são os que vão fazer você dar um salto de qualidade na sua vida profissional, desde que encarados, trabalhados e melhorados com seriedade e foco.

Trace um plano de ação pessoal

Depois dessa jornada de autoconhecimento, é hora de rever tudo e traçar um plano de ação para você mesmo.Defina suas metas e objetivos, além de prazos para atingi-los, lembrando-se de estabelecer metas de curto, médio e longo prazo. É como um jogo de videogame, onde você passa por diversas fases como forma de se preparar para enfrentar o grande desafio.

Pequenas conquistas se somam ao grande objetivo

Alguns exemplos de objetivos a cumprir são: fazer um curso de idiomas, mudar de emprego, ganhar mais dinheiro, investir em um curso técnico, trabalhar fora do país, trabalhar de casa e ficar perto da família. Aqui, a principal regra é o que vai lhe fazer bem.Não tenha pressa para realizar esse plano e essa autoavaliação, faça cada etapa com calma. Em pouco tempo, você terá sua autoavaliação pronta e também um novo olhar sobre a sua própria vida.
Compartilhar:
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • E-mail
Esse artigo é útil?

Leia mais artigos