O que fazer para tomar decisões difíceis da melhor maneira

Atualizado em: 21 de julho de 2022

Tomar decisões no local de trabalho pode ser desafiador e até mesmo assustador, por isso a capacidade de saber tomar decisões é tão importante na carreira de qualquer profissional. As decisões fazem parte de todas as esferas da vida; no entanto, quando se trata da vida profissional, pode existir um receio por conta das consequências que afetam não só pessoas como a própria dinâmica de trabalho.Tomar decisões difíceis com confiança e de maneira assertiva demonstra suas habilidades de liderança. Existem várias maneiras e dicas que você pode usar para tomar decisões importantes. Você conhece algumas delas?
Vagas relacionadas no Indeed
Vagas de meio período
Ver mais vagas no Indeed

Como lidar com decisões difíceis no trabalho?

O dia a dia da vida profissional envolve decisões importantes e também decisões de menor relevância, como, por exemplo, o que vestir numa apresentação de trabalho ou aonde almoçar. Essas escolhas são fáceis de fazer, não é mesmo? No caso de pessoas menos decididas, essas pequenas decisões podem representar grandes desafios; então, esse já é bom ponto de partida e uma excelente oportunidade para desenvolver suas habilidades de tomada de decisões.

1. Pense em suas opções sem se apegar à ideia de certo e errado

Ao tomar uma decisão, é comum que a mente seja invadida por dúvidas. As incertezas fazem parte do processo, mas muitas pessoas acham que quando as dúvidas surgem, então é porque a decisão que estão prestes a tomar está errada. Até a decisão ser tomada, não é possível saber se está certa ou errada. Pensar demais acaba confundindo ainda mais o pensamento. Faça uma lista de prós e contras e avalie o que é melhor para a situação em questão.Outra alternativa é pedir a opinião de um amigo ou de alguém da sua família em quem você confia. Às vezes, ouvir a opinião de outra pessoa ajuda você a colocar a situação em perspectiva e a perceber qual é a melhor escolha para você. Também é importante ouvir o conselho de alguém de sua confiança hierarquicamente acima de você. Alguém que trabalha com você e está por dentro do que acontece na empresa pode ter uma visão bem fundamentada e que pode ser útil em seu processo de tomada da decisão.Uma das áreas mais comuns do mundo profissional é a relação com outras pessoas, e ela também exige tomadas de decisão. Por exemplo, se você está tendo problemas com seu chefe ou algum colega de trabalho, você pode ficar indeciso sobre se deve se posicionar e abordar a pessoa para resolver o problema ou esperar que o tempo se encarregue da questão. Essa última opção pode ser válida se a situação de conflito desaparecer com o tempo, mas, por outro lado, o problema pode não ficar totalmente resolvido sem uma conversa que esclareça os motivos do conflito.

2. Seja prático e claro

Antes de tomar uma decisão no trabalho, saiba por que essa escolha é importante. Um pensamento claro e organizado ajuda a resolver muitos problemas relacionados ao processo de tomada de decisão. Considere os motivos, os fatores, as consequências e, claro, o resultado que você pretende. Se você conseguir responder a essas perguntas, seu processo de decisão será bem mais fácil.

3. Tomar decisões requer tempo. Tome o seu

No trabalho, você procura se manter ocupado e concentrado, mas quando tem algo que você precisa decidir, manter o foco pode ser um pouco difícil. Afinal, enquanto a decisão não é a tomada, a mente fica inquieta pensando em várias possibilidades.Imagine que você precisa conversar com seu gerente para comunicar suas férias, mas a equipe é pequena e há vários fatores que devem ser levados em consideração. Você fica um pouco nervoso, sem saber como começar o assunto. Reserve um tempo de seu dia para refletir e tomar as decisões difíceis. Esqueça um pouco o trabalho e foque nas escolhas que você precisa fazer. Assim, você poupa tempo e mantém seu foco nas decisões com mais rapidez e eficiência, sem que elas afetem a produtividade de um dia de trabalho inteiro. Faça sua escolha e volte ao trabalho.

4. Considere as consequências e os resultados

Embora seja importante não pensar demais em uma decisão, também é necessário pensar sobre as consequências que podem afetar seu futuro.Por exemplo, você pode estar pensando em mudar de emprego para abraçar novos desafios. Há muitos fatores que você deve levar em consideração: o trabalho e o salário afetam a maioria dos outros aspectos de sua vida. Uma decisão como essa pode parecer muito difícil, mas é importante pensar em como sua escolha afetará seu futuro.Em vez de pensar a curto prazo, pense olhando para o futuro. Se você pediu demissão do emprego hoje, amanhã você pode estar mais feliz e menos estressado. Mas e depois? Quando você tiver que pagar suas contas, poderá se ver em uma situação desfavorável. Antes de tomar essa decisão importante muito rapidamente, considere como suas opções o afetarão nos próximos anos. Será que se receber a tão aguardada promoção, você aceita ficar por mais um tempo? Ou será que é mais prudente esperar receber outra oferta de emprego para, depois, apresentar sua demissão?Não pense apenas no que está acontecendo agora. Pense de maneira global. Assim, você sai do modo de reação e ativa o modo de estratégia. Sempre há um benefício de curto prazo e um benefício de longo prazo. Antes de tomar uma decisão, pense na meta que você pretende conseguir.

5. Tome decisões fundamentadas. Pesquise primeiro, decida depois

Algumas escolhas não podem ser feitas apenas pensando nas opções que estão disponíveis. Às vezes é necessário fazer uma pesquisa para você se sentir mais confiante com relação à decisão que você está prestes a tomar. O objetivo é tomar decisões com o máximo de informação possível.Uma maneira de fazer isso é observar e analisar seu local de trabalho. Imagine que você está tentando decidir se atualiza os computadores e as salas de reunião, mas não sente firmeza nas vantagens de fazer isso. Para tomar decisões importantes, é essencial reunir informação, por exemplo, conversar com os gerentes para saber suas opiniões sobre o sistema de tecnologia atual da empresa e quais os benefícios em atualizá-lo, o mesmo ocorre com as salas de reunião. Será que isso vai melhorar a produtividade dos funcionários? Será que novas salas vão impressionar novos clientes em futuras apresentações?

6. Escute sua intuição, sinta-se confiante e controle as emoções

Em uma situação de indecisão, escutar sua intuição pode fazer toda a diferença. Com tantas possibilidades disponíveis, sua intuição pode ser a resposta. Após tomar a decisão, fique confiante e mantenha sua escolha. A confiança é a base do sucesso. É importante usar seu lado racional e o pensamento lógico para tomar uma decisão. Tomar uma decisão difícil de cabeça quente pode provocar resultados desastrosos. Se você está sentindo que as emoções estão à flor da pele, é melhor adiar a tomada de decisão.Alimentar emoções e pensar de maneira desorganizada pode atrapalhar o processo de tomada de decisão. Por exemplo, um cenário de demissão de um funcionário sempre é uma situação delicada. Mas, nesse caso, é importante que o gerente não se deixe dominar por seu lado emocional e pense estrategicamente.

7. Questione-se

E se for uma oportunidade imperdível? Qual é minha meta? Quantas pessoas serão afetadas por sua decisão? Qual mudanças serão acarretadas? Fazer esse tipo de perguntas pode ajudar a encontrar respostas mais satisfatórias.

8. Pense se você está satisfeito

Outro ponto importante ao tomar uma decisão é saber se você ficará satisfeito com o resultado. É importante defender decisões difíceis e, posteriormente, ver que estão corretas. Tomar uma decisão no trabalho é uma oportunidade de você mostrar sua capacidade de liderança e sua eficiência no trabalho, impulsionando, com isso, sua carreira.

Não existem soluções perfeitas

Tomar decisões difíceis é um processo que se aprende ao longo do tempo e com a experiência. Requer paciência e persistência para conseguir obter grandes resultados. Mesmo que sua decisão não funcione a seu favor, é fundamental não desistir dela, pois é esse processo de aprendizagem que faz um bom líder.Muitos gerentes sentem muita pressão para resolver todos os problemas de uma maneira muito concreta e com sucesso. Mas, na prática, o funcionamento não é bem esse. Em muitos casos, não existe apenas uma resposta certa para os problemas. Ser flexível, saber ouvir e colocar o ego de lado também são boas dicas na hora de tomar decisões. Pense nisso!
Compartilhar:
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • E-mail
Esse artigo é útil?

Leia mais artigos