O que é coworking e como funciona?

Atualizado em: 30 de novembro de 2022

O modelo de coworking veio revolucionar a maneira como trabalhamos. Baseia-se em várias ideias e estudos modernos sobre produtividade e felicidade dos colaboradores, e justamente por isso tem crescido tanto por todo o mundo, especialmente no Brasil. Se você ainda não conhece este conceito, siga lendo para saber o que é coworking, como ele funciona e se ele é o modelo ideal para você.
Vagas relacionadas no Indeed
Vagas de meio período
Ver mais vagas no Indeed

O que é coworking?

Coworking é um estilo de trabalho que dá foco ao trabalho colaborativo. Em vez de trabalhar num escritório pessoal, fechado e longe de seus colegas, você trabalha na mesma divisão que eles, num espaço dedicado para isso. Coworking baseia-se sempre na troca de ideias e na comunhão de experiências que podem ajudar você a ultrapassar bloqueios criativos.Relacionado: Dicas para Dividir o Espaço de Trabalho com Outras Pessoas

Como funciona o modelo de coworking?

Os espaços de coworking são bem abertos. Normalmente, você encontra uma sala enorme com várias mesas ou escrivaninhas compridas pensadas para serem usadas por várias pessoas ao mesmo tempo.É comum, nos espaços de coworking, encontrarmos também áreas destacadas daquelas para o trabalho, com o intuito de promover o relaxamento durante as suas pausas. Lá você encontra cadeirões, poltronas e sofás, assim como equipamentos de entretenimento (como por exemplo, mesas de tênis de mesa). Existem também cafés e pequenas espaços onde você pode comer ou beber algo enquanto trabalha.É claro que a disposição e decoração dos espaços de coworking são todos diferentes. Afinal, dependem de cidade para cidade, havendo mesmo espaços dedicados a profissionais de uma só área (como a das tecnologias de informação). No entanto, uma coisa é certa: estes espaços representam um espaço menos rígido do que os escritórios tradicionais.

Coworking ou escritório tradicional?

Os escritórios tradicionais tendem a ser bem mais formais e estritos do que espaços de coworking. Por exemplo: é frequente haver códigos de vestimenta rigorosos nos escritórios tradicionais, ao passo que o mesmo não existe em espaços de coworking.Além do mais, os escritórios tradicionais costumam estar divididos em várias áreas menores (por exemplo, escritórios individuais ou cubículos). Isto porque eles priorizam o trabalho individual, ao contrário do coworking, que estimula a cooperação mútua.Várias empresas inovadoras (ou, em inglês, start-ups) no ramo da tecnologia decidiram afastar-se do modelo do escritório tradicional por ele ser tão rígido. Ao implementarem o coworking, essas empresas registaram aumentos na criatividade e no bem-estar dos seus colaboradores. Agora, cada vez mais empresas (e até mesmo profissionais freelance) estão investindo nesta nova maneira de trabalhar.Relacionado: Quais Tipos de Empresas Combinam com o Seu Perfil

Coworking é o mesmo que escritório em casa?

Muitas pessoas tendem a crer que coworking e trabalhar de casa são a mesma coisa, mas não são. Quando você trabalha em casa, você está provavelmente isolado fisicamente da sua equipe e de colegas. No entanto, se você estivesse num espaço coworking, você teria seus companheiros ao seu lado.

5 razões para começar trabalhando num espaço de coworking

Agora que você conhece melhor o que é coworking, é hora de olhar para as vantagens que essa maneira de trabalhar tem sobre as outras.

1. Melhora no seu foco e na produtividade

Em primeiro lugar, trabalhar num espaço coworking pode melhorar seu foco. Pense nisto: se você estiver trabalhando em casa, com seus familiares ao seu redor (ou seus queridos animais de estimação), focar-se na tarefa que tem de concluir torna-se muito mais difícil. Logo, você perderá horas tentando se concentrar.Mesmo num escritório tradicional pode ser difícil encontrar a motivação para continuar trabalhando na mesma tarefa durante muitas horas. Especialmente se você trabalha num escritório individual, isolado de seus colegas.Num espaço coworking, nada disso acontece. Você estará rodeado de profissionais igualmente focados no trabalho; logo, você sentirá mais motivação para continuar trabalhando. E é claro: você pode se premiar com uma pausa relaxada nas instalações do coworking.Relacionado: Como ter Foco no Trabalho e Melhorar sua Produtividade

2. Fim do isolamento do trabalho remoto

Outra das vantagens do coworking é o fato de inserir você num ambiente social. Ao contrário do trabalho remoto feito em casa, você não se sente isolado. É importante apontar que o isolamento social é um problema real e pode levar ao desgaste emocional, que afetará tanto a sua vida pessoal quanto a profissional. Afinal, nós humanos somos animais sociais e ansiamos por conexões com os que nos rodeiam.Quando você se inscreve para trabalhar num espaço de coworking, você estará em contato intenso com outros profissionais, provavelmente na mesma indústria ou setor que você. Nunca menospreze o valor de uma conversa (mesmo que curta) durante as suas pausas de trabalho.Relacionado: Guia para Trabalhar de Casa

3. Ajuda para resolver problemas

Por outro lado, os espaços de coworking ajudam a arranjar soluções criativas e inovadoras para quaisquer problemas profissionais que você encontre. Se você estiver experienciando um bloqueio criativo e frustração por não encontrar uma boa maneira de ultrapassar esse obstáculo, peça ajuda a um profissional do seu espaço de coworking. As chances de ele olhar para o problema de um outro ponto de vista e ter uma ideia de como o solucionar são boas. Como o ditado diz, duas cabeças pensam melhor do que uma.

4. Acesso a melhor infraestrutura

Outra grande vantagem desse tipo de espaço em relação ao escritório em casa são as suas instalações de ponta. Por exemplo: o espaço provavelmente tem uma conexão à internet melhor e mais estável que a sua em casa. Logo, se você tem de participar numa reunião virtual com muitos outros participantes, você terá uma melhor experiência (sem cortes de áudio ou de vídeo) do que teria se ficasse em casa.Seguindo a mesma lógica, o coworking é excelente para qualquer profissional que tem de fazer muitas apresentações para seus superiores na empresa ou para clientes. Estes espaços costumam ter salas de reunião silenciosas, isoladas do piso central, que você pode usar quando estiverem disponíveis. Assim, você nunca será interrompido por pessoas que queiram entrar na sala nem barulhos de fundo que possam atrapalhar a ligação.

5. Oportunidades de networking

Por último, é importante lembrar que os espaços coworking são ideais para networking (ou, em português, formar redes de contato). Como mencionado, você trabalhará ao lado de outros profissionais, talvez da sua área, que podem manter você a par de novas oportunidades e projetos. Se você for freelancer ou estiver pensando em mudar de emprego para uma outra área, preste atenção nas oportunidades que podem aparecer em conversas com seus colegas de coworking.

A outra faceta do coworking: principais desvantagens

Na vida, nem tudo são rosas—e os espaços de coworking não são exceção. Eles também têm desvantagens que valem a pena analisar. Se estas barreiras forem intransponíveis para você, talvez o coworking não seja o modelo de trabalho mais adequado às suas circunstâncias.

Espaços de coworking nem sempre são acessíveis

No Brasil, o coworking está ainda numa fase inicial. Apesar de já haver uma série de espaços dedicados a este estilo de trabalho, o custo mensal para usá-los continua alto demais para vários profissionais, especialmente freelancers não associados a nenhuma empresa. Logo, mesmo que você queira participar desse modelo, é possível que não tenha os meios necessários para fazer o investimento—pelo menos no momento atual.Felizmente, é de se imaginar que o custo mensal de uso de coworking venha descendo à medida que estes espaços se tornam mais populares e prolíficos. Acompanhe os custos na sua área e fale com a gerência sobre potenciais descontos.

Há uma falta de privacidade

A segunda desvantagem do coworking é a falta de privacidade. No final das contas, você está trabalhando na mesma divisão (ou até na mesma mesa) que outros profissionais; logo, você está sempre sendo observado (ou, pelo menos, você pode ter esse sentimento). Isto não é um problema para muitos profissionais, mas pode, no entanto, incomodar outros. Pense se a falta de privacidade lhe deixará desconfortável ou não, e só depois decida investir em coworking.

Possíveis distrações do trabalho

Por último, se você é uma pessoa que se distrai muito facilmente e tem tendência a querer falar com todo o mundo, talvez o coworking não seja uma boa opção. Nesses espaços, você estará sempre no meio de outros profissionais, e a tentação para começar uma conversa pode ser demasiado grande. Se você for assim, há duas opções: ou praticar o autocontrole para ficar focado apesar de estar em um ambiente social, ou escolher uma alternativa ao coworking.Relacionado: O que é ter foco e qual é sua importância?
Obtenha um feed de vagas personalizado no Indeed
Seja a primeira pessoa a ver novas vagas em sua área

Como começar a trabalhar num espaço coworking

Você sabe agora tudo o que há para saber sobre coworking. Se acha que este é o modelo de trabalho ideal para você, comece buscando um espaço de coworking aberto na sua cidade. Uma rápida busca na internet certamente trará todos os resultados locais.Quando achar um espaço de que gosta, fale com a gerência sobre o custo mensal e outras modalidades disponíveis. Você pode, por exemplo, escolher se juntar ao coworking só em alguns dias da semana (e trabalhar de casa todos os outros dias) e pagar uma quantia mais modesta.
Compartilhar:
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • E-mail
Esse artigo é útil?

Leia mais artigos