Como se Tornar um Desenvolvedor de Games

Atualizado em: 4 de março de 2023

Você quer trabalhar com jogos, mas não sabe como se tornar desenvolvedor de games? Apesar do produto final ser muito divertido, o trabalho por trás dos jogos mais populares é intenso e multidisciplinar.Além disso, não basta apenas gostar de jogar para ter sucesso no desenvolvimento de games. Quem quer crescer na área deve estudar e se dedicar, afinal, o mercado é competitivo e as empresas estão sempre em busca das melhores pessoas. Neste artigo, você vai conhecer os possíveis caminhos para começar a desenvolver games profissionalmente e ter sucesso na carreira.
Vagas relacionadas no Indeed
Vagas de meio período
Ver mais vagas no Indeed

Por que se tornar um desenvolvedor ou desenvolvedora de games?

Um dos primeiros atrativos da área de jogos tende a ser o produto que se entrega ao cliente, afinal, games são realmente muito divertidos. Por isso, muitos podem pensar que trabalhar nesse setor é apenas para aquelas pessoas que gostam de jogar, mas isso não é verdade. A carreira é atraente até para aquelas pessoas que não estão tão familiarizadas com os jogos eletrônicos, já que para desenvolver um game de sucesso é preciso muito mais do que escrever os códigos que o constituem.O trabalho, que vai desde o surgimento de uma ideia até o lançamento para os consumidores, passa pelas mãos de profissionais de diversas áreas, como pessoas formadas em administração, letras, direito e publicidade. Sendo assim, mesmo que a sua formação não tenha ligação direta com a criação de games, você pode aproveitar os seus estudos e suas habilidades para trabalhar nessa área, e se quiser se especializar, basta ir atrás de cursos ou mesmo uma pós-graduação.Para completar, o Brasil é um enorme consumidor de games, com milhões de pessoas que adoram jogar e outras milhões que representam clientes em potencial. Isso porque os games deixaram de ser apenas aquele aparelho que fica em casa para os momentos de folga. Agora, os games estão nas mãos de todos, dentro dos smartphones, prontos para oferecer diversão em qualquer lugar, a qualquer hora. É claro que os jogos de computador e console ainda estão em alta, porém, a democratização dos games no formato para mobile é sem precedentes.Se há demanda, há oferta. Por isso, apenas no Brasil, existem centenas de empresas especializadas no desenvolvimento de games. A maioria dessas empresas estão localizadas na região sudeste do país, mais precisamente em São Paulo, porém, isso não quer dizer que você tenha que se mudar para lá. Existem diversas vagas para trabalhar na área de forma remota e freelance. Além da possibilidade de trilhar uma carreira internacional, já que o mercado de games movimenta uma enorme receita todos os anos, no mundo inteiro.Relacionados:

Como se tornar um desenvolvedor ou desenvolvedora de games?

Não há uma resposta simples e direta para essa pergunta, pois, como dito anteriormente, no processo de desenvolver um game, estão envolvidos profissionais de vários setores. O ideal seria que você primeiro descubra em qual área dentro do setor você gostaria de trabalhar. A partir disso, fica mais fácil escolher o melhor caminho de formação, tendo em conta as habilidades que você deverá desenvolver.Responsabilidades de cada profissionalAbaixo listamos algumas áreas do setor de games e algumas das responsabilidades de cada profissional:
  • Roteiro: área responsável por escrever a história do jogo, criar em detalhes os personagens e suas motivações. A pessoa responsável pelo roteiro deve também determinar detalhes como os cenários e definir os diálogos.
  • Programação: área responsável pela programação do game, ou seja, com o roteiro definido, é hora trazer vida à ideia e prepará-la para funcionar onde for, seja mobile, computador ou console.
  • Design gráfico / Ilustrador: profissionais de design gráfico e ilustração podem se complementar, criando as imagens do jogo, trabalhando suas cores nos cenários, objetos e vestimentas dos protagonistas.
  • Design de som: setor responsável por tudo que o consumidor escuta no jogo, como alertas, sons de vitória e música de fundo.
  • Game test: uma vez que o jogo passa por todas as etapas necessárias, entram em ação as pessoas responsáveis por testar o game. O jogo deve ser testado e quaisquer falhas encontradas devem ser apontadas antes que o game chegue nas mãos dos consumidores.
  • Marketing: área responsável por desenvolver toda a campanha de publicidade relacionada ao jogo. Quanto melhor for o trabalho da equipe de marketing, mais pessoas estarão curiosas e motivadas para testar, jogar e comprar o game.
  • Tradução: para a comercialização internacional de games, é possível que a equipe contrate o trabalho de tradutores, que farão a tradução de todo o texto escrito que aparecerá na tela para o usuário.
  • Dublagem: se o game tiver diálogos entre personagens, alguém precisará dar voz a esses protagonistas, dublando suas falas.
Esses foram apenas alguns exemplos das profissões que podem participar do desenvolvimento de um game. Existem ainda muitas outras e as possibilidades são vastas.Relacionado: O que é desenvolvedor full stack

Formação para se tornar desenvolvedor ou desenvolvedora de games

Para trabalhar desenvolvendo games é preciso estudar, pois você precisará de competências específicas na sua rotina de trabalho.

Curso tecnólogo

Um dos caminhos possíveis é fazer o curso tecnólogo de jogos digitais. A formação dura cerca de quatro semestres, durante a qual a pessoa aprende conceitos relacionados à informática e desenho. O curso oferece os conhecimentos necessários para criar animações e representar cenários e objetos graficamente. Durante o curso, é ensinada a teoria ligada ao desenvolvimento de games. Contudo, o foco é a prática, o que quer dizer que as pessoas estudantes passarão grande parte do tempo dedicados a trabalhar no laboratório da instituição de ensino treinando técnicas e aprendendo a usar softwares de edição específicos. Algumas das disciplinas estudadas são: computação gráfica, desenvolvimento de personagens, ilustração, animação para jogos e banco de dados para games.Relacionado: Certificações da Microsoft: por onde começar

Bacharelado

Outra possibilidade é o bacharelado em design de games. Essa formação é mais longa e tende a durar quatro anos. Os estudos são teóricos e práticos, porém preparam as pessoas para atuarem de forma mais estratégica. Muitas vezes, na equipe de desenvolvimento, enquanto a pessoa tecnóloga anima os personagens, a pessoa com formação em bacharelado cria suas características e seu perfil psicológicos.

Outros caminhos

Como as equipes de desenvolvimento de games são compostas de profissionais de diversas formações, você pode também estudar outros cursos, como publicidade ou ciência da computação. Mesmo que você escolha uma graduação que não esteja ligada diretamente ao setor de games, você pode ir guiando a sua carreira para que ela se desenvolva dentro dessa área. Nesse caso, cursos ou uma pós-graduação na área podem ajudar você a se destacar da concorrência.Tanto a pessoa que cursou o tecnólogo, quanto a que cursou o bacharelado, podem seguir seus estudos com uma pós-graduação para se especializar ainda mais. Basta escolher bem onde se quer estudar, considerando fatores como as disciplinas que são ministradas no curso e a estrutura da instituição de ensino, como os laboratórios para práticas. E claro, o mais importante é se certificar de que o curso é reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC).Relacionado: Estágio em engenharia de software

Onde estudar

A formação específica para profissionais que querem trabalhar no desenvolvimento de games ainda é novidade, porém está ganhando força e popularidade de forma rápida. Já existem diversas universidades no Brasil, públicas e privadas, que oferecem essa formação. Inclusive, caso não haja ainda disponibilidade do curso na sua cidade, algumas instituições já oferecem o curso em modalidade EAD.Veja abaixo algumas das universidades que oferecem essa formação:
  • Universidade Cidade de São Paulo (UNICID)
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro (IFRJ)
  • Universidade de Franca (UNIFRAN)
  • Centro Educacional Anhanguera (ANHANGUERA)
  • Universidade Norte do Paraná (UNOPAR)
  • Faculdade de Tecnologia de Americana (FATEC-AM)
Relacionado: Saiba qual é o salário de um programador

Perfil essencial para desenvolver games

O mercado está sempre em busca de pessoas com ótima qualificação, porém, além de uma sólida formação existem outras habilidades que podem ajudar você a chamar a atenção das empresas que desenvolvem games. Abaixo listamos algumas dessas competências:
  • Afinidade com tecnologia
O mercado de games está intrinsicamente ligado às novas tecnologias, por isso, o ideal é que as pessoas que querem trabalhar nesse setor tenham curiosidade pelos lançamentos tecnológicos e gosto por desenvolver novas habilidades.
  • Foco na solução
Desenvolver games é um processo que enfrenta diversos obstáculos ao longo do caminho. Por isso, é essencial ser flexível e conseguir focar em encontrar soluções para os problemas que inevitavelmente surgirão.
  • Capacidade continuada
Um setor que está em constante desenvolvimento, como o setor de games, exige que as pessoas sejam dinâmicas e estejam sempre se renovando. É essencial conseguir acompanhar de perto todas as novidades tecnológicas, principalmente aquelas relacionadas às plataformas digitais, jogos e softwares.
  • Trabalho em conjunto
Como já foi citado diversas vezes, o desenvolvimento de games é um trabalho de equipe e envolve diversas partes, com profissionais dos mais diversos setores. É provável que essas pessoas tenham diferentes visões de como proceder diante de uma certa situação. Nessas horas, será muito importante que todos saibam trabalhar em equipe para atingir o resultado final ideal.
  • Conhecimento de língua estrangeira (inglês)
Se uma carreira internacional faz parte do seu projeto profissional, saber inglês é essencial para que você consiga progredir e atingir seus objetivos. No entanto, mesmo que esse não seja o seu objetivo, é útil que você consiga pelo menos ler em inglês, afinal a esmagadora maioria do material disponível para estudos não é criada primeiramente em português. Sabendo inglês, você poderá estudar diretamente na fonte e aprender sobre assuntos que talvez não teria acesso tão cedo se tivesse que esperar por uma tradução.Aviso legal: informamos que nenhuma das empresas mencionadas neste artigo é afiliada ao Indeed.
Compartilhar:
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • E-mail
Esse artigo é útil?

Artigos relacionados

Quanto ganha um desenvolvedor de sistemas

Leia mais artigos