Como trabalhar no pedágio

Atualizado em: 30 de setembro de 2022

Você sabe como fazer para trabalhar no pedágio? Os agentes de arrecadação que fazem esse trabalho costumam lidar com diferentes tipos de pessoas todos os dias. Seu trabalho, além de receber as taxas, é dar informações e tirar dúvidas sobre direções e caminhos. Para exercer essa função não se exige formação específica, mas é necessário ter algumas qualidades profissionais e habilidades pessoais.Caso tenha interesse e curiosidade pela área, mas não saiba ao certo as incumbências profissionais do ramo, este texto pode ajudar. Neste artigo, explicamos como trabalhar no pedágio, o que fazem os agentes de arrecadação, que outros profissionais podem atuar nesse ambiente e quais competências devem ter.
Vagas relacionadas no Indeed
Vagas de meio período
Ver mais vagas no Indeed

Como funciona a cobrança de pedágios?

A extensão da malha rodoviária brasileira é de cerca de 1,7 milhão de quilômetros, deste número, quase 95% são de rodovias municipais e estaduais, e o restante são rodovias federais. Desse total, menos de 15% são pavimentadas, ou seja, um número muito baixo em comparação com o total de toda a malha que corta o Brasil. As concessões para a iniciativa privada, porém, vem ajudando a mudar tal quadro, expandindo esse número. Funciona da seguinte maneira: o governo, por meio de um leilão, deixa a cargo de empresas uma parte da extensão de determinada estrada, sendo responsabilidade daquela organização fazer melhorias e cobrar pedágios.Cabe à instituição que ganhou a concessão escolher seus funcionários através de análises de currículo e entrevistas de emprego, selecionando as pessoas mais aptas para o trabalho. Tais concessões são mais comuns nas regiões Sul e Sudeste, já que estes locais costumam ter um fluxo rodoviário bem maior. O dinheiro arrecadado é usado para asfaltar os trechos, bem como construir túneis, viadutos, retornos, pontes e passarelas, que garantam uma boa infraestrutura, sinalização e pontos de parada obrigatória.Para esse processo, levam-se em consideração as leis ambientais que determinam a preservação de certas áreas, assim como a reprodução de animais e diversos outros aspectos que dizem respeito à fauna e à flora brasileira. Uma parte do dinheiro arrecadado é entregue ao município onde se localiza a rodovia, mas não há especificação de valor, de modo que isso fica a cargo das empresas.

Como conseguir trabalho no pedágio

Há algumas possibilidades de trabalho nas concessionárias de pedágio, mas quando se fala desse ambiente a maioria das pessoas já associa aos agentes de arrecadação. Outros profissionais, porém, podem prestar serviço nesses locais, como assistentes administrativos, motoristas e operadores de guincho, por exemplo.Quem contrata essas pessoas pode ser a própria empresa responsável por aquele trecho de estrada ou ainda uma companhia especializada e que faz esse serviço de maneira terceirizada. A qualificação exigida depende da função que os profissionais devem exercer. Para os agentes de arrecadação, por exemplo, é necessário apenas o ensino médio.As vagas normalmente são oferecidas em sites de emprego e divulgadas amplamente na internet. Há ainda a alternativa de enviar seu currículo diretamente no site da contratante, por meio do “Trabalhe Conosco”, uma página em que os candidatos fazem o upload do currículo ou podem especificar o cargo almejado, suas experiências e formação por meio de formulários eletrônicos. Após a seleção dos currículos, se convoca os melhores candidatos para as entrevistas, durante as quais podem fazer testes de conhecimentos técnicos específicos ou de personalidade.

O que fazem os agentes de arrecadação de pedágio?

O emprego mais comum na área de pedágio é o de agente de arrecadação, essas pessoas são responsáveis por atender motoristas de diversos tipos de veículos, realizando o recebimento das tarifas, devolvendo o troco, fazendo o registro e liberando a passagem dos automóveis. Uma de suas atribuições é também garantir que haja um fluxo rápido, evitando aglomerações e engarrafamentos. Esses profissionais devem ainda prestar informações acerca do trajeto e das condições da pista e devem ter boas habilidades de comunicação.Suas incumbências são as mais diversas, sendo comum executarem o trabalho de verificar a autenticidade das cédulas que receberem, informar aos passageiros as condições de pagamento e encaminhar os clientes a outros setores, caso necessário. Na rotina laboral, esses profissionais devem ficar responsáveis por arquivar documentos e cupons fiscais, efetuar pedidos e ainda atender telefone para tirar dúvidas. Podem ainda distribuir panfletos, adesivos ou outros materiais de divulgação de campanhas institucionais de conscientização para os usuários.

Outros cargos em concessionárias de pedágio

Nessas concessionárias, é necessário o trabalho de diversos profissionais, inclusive de cargos mais altos, como coordenadores administrativos. Excetuando-se essas ocupações de gestão, há outras funções operacionais para quem tem interesse de trabalhar no pedágio. Há profissionais responsáveis pelas manutenções técnicas de diversas operações, montagens e instalações, como operadores de guinchos, mecânicos, motoristas e técnicos de informática. As concessionárias devem dispor ainda de pessoas da área da saúde, como técnicos de enfermagem, que possam fazer atendimentos de primeiros socorros ou serviços básicos, como aferir a pressão, por exemplo.Para atuar nesses outros cargos, o processo seletivo é o mesmo de agentes de arrecadação. Normalmente, a vaga é divulgada e os recrutadores recebem os currículos, selecionando as pessoas que melhor se encaixem no perfil da função. É necessário, porém, possuir qualificação específica para o cargo desejado, como cursos técnicos ou superiores, dependendo da função. Se você tem interesse em trabalhar nesses estabelecimentos, fique de olho nas vagas e procure sempre saber quais são os pré-requisitos exigidos.

Quais as habilidades de profissionais que trabalham no pedágio?

Para exercer uma função nesses ambientes, são necessárias certas características que podem lhe ajudar a atender melhor os passageiros. Tanto agentes de arrecadação como os demais profissionais já citados aqui precisam dispor dessas competências para conseguirem lidar melhor com o público. Listamos abaixo algumas delas:

Manter-se sempre em atualização

Um grande desafio que profissionais do pedágio devem enfrentar é estar sempre em busca de novidades, principalmente tecnológicas. Constantemente, surgem novas melhorias em todas as áreas e as pessoas que não conseguem acompanhar tais mudanças tendem a perder espaço no mercado de trabalho. A solução é buscar meios de seguir os aprimoramentos que surgem em sua área, estudando e fazendo formações, caso seja necessário.

Saber trabalhar em equipe

Trabalhar em equipe é um processo que saber interagir com colegas, mantendo sempre o foco na produtividade e com um objetivo em comum. Essa habilidade é muito valorizada no mercado profissional e as pessoas que não dispõem das competências necessárias para trabalhar em sinergia com o grupo podem acabar sendo vistas de forma negativa. Dentro de um ambiente como o local de pedágio, onde os funcionários devem conviver todos os dias em espaços normalmente pequenos, conseguir atuar em conjunto é primordial.

Ter fluência verbal

Para ter fluência verbal, nem sempre a pessoa deve ser um indivíduo comunicativo, mas saber usar as palavras de modo a passar a mensagem correta e de maneira assertiva para que não haja dúvidas. Nessa área de atuação, em que o tempo todo os profissionais estão lidando com o público, dominar essa habilidade é imprescindível. Falar muito rápido ou devagar demais, em um tom mais baixo ou ainda quase gritando são características de pessoas que não têm uma boa fluência verbal. O ideal é buscar o meio termo, procurando sempre que seu interlocutor lhe compreenda.

Ter paciência

A paciência é outra qualidade fundamental para pessoas que estão o tempo todo lidando com o público. Trabalhando em um pedágio, você pode passar por situações estressantes, como passageiros insatisfeitos com o trânsito ou o valor que estão pagando, portanto, é preciso manter a calma. Procure sempre pensar muito antes de agir e lembre-se de que há outros profissionais naquele ambiente que podem lhe ajudar a contornar a situação.

Ter pontualidade

Profissionais pontuais geralmente obtêm mais respeito e valorização por parte de gestores e de seus colegas, já que inspiram confiança por demonstrar saber gerir o seu tempo. É fundamental planejar sua rotina de modo que não deixe as atividades se atrasarem ou a vida pessoal atrapalhar as questões laborais. Imprevistos podem acontecer, mas é preciso que isso seja algo raro e não rotineiro. Geralmente são as pessoas mais organizadas e pontuais que se destacam no mercado de trabalho e conseguem as melhores promoções.

Como chamar a atenção de recrutadores

Para chamar a atenção de recrutadores o primeiro passo é ter entendimento sobre seus anseios profissionais, como um salário mais alto ou ainda a valorização em longo prazo, como um plano de carreira. Ao ter em mente essas metas de maneira clara você poderá estabelecer estratégias de crescimento profissional, entendendo quais competências deve melhorar e quais são seus pontos fortes. A partir disso você saberá exatamente o que pretende no ramo profissional, o que refletirá em seu currículo e em sua entrevista de emprego.O segundo passo é manter sempre ativos contatos de pessoas com quem já estudou ou trabalhou para que esse networking possa lhe ajudar com indicações. Segundo um estudo, quase 73% das pessoas que são indicadas em processos seletivos acabam sendo contratadas. Na hora de montar seu currículo, é necessário também personalizar sua candidatura para aquele cargo específico, por isso não apresente as mesmas habilidades e qualificações sempre, tampouco descreva o mesmo objetivo profissional. Demonstre que compreende que as atribuições daquele cargo em particular e as necessidades daquela empresa em específico, assim como sua cultura organizacional.Por fim, prepare-se bem para a entrevista, pesquisando sobre a organização em todas as mídias possíveis e até com funcionários, caso tenha contato com tais pessoas. Isso demonstrará que você tem interesse em descobrir como é o ambiente em que pretende trabalhar. Esse conhecimento pode também lhe ajudar a responder as perguntas de recrutadores de forma mais confiante, além de proporcionar mecanismos para você organizar o objetivo profissional de seu currículo com mais especificidade. Quando estiver diante dos entrevistadores, demonstre confiança e seriedade, respondendo com honestidade, demonstrando que se preparou e que tem aptidão para trabalhar em um pedágio.
Compartilhar:
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • E-mail
Esse artigo é útil?

Leia mais artigos