Encontrando um emprego

Por que considerar um emprego de meio período?

Os empregos de meio período são menos comuns no Brasil do que no restante do mundo. Devido a carga horária menor, os salários desse tipo de vaga podem ser menos atraentes do que as oportunidades de um emprego de período integral.

A principal diferença desse tipo de trabalho é a carga horária. Um emprego de meio período requer em média de 4 a 6 horas de dedicação diária, enquanto em uma função de período integral essa média é de 8 horas por dia (até 44 horas por semana).

Mas isso não significa que as vagas de emprego de meio período devem ser menosprezadas. Pelo contrário: neste artigo destacaremos muitas vantagens deste regime de trabalho, além das oportunidades mais comuns e bem pagas no Brasil.

Principais vantagens

A maioria das pessoas tende a optar por trabalhos de período integral visando maiores remunerações e benefícios. Mas também é possível conseguir boas oportunidades e remunerações em empregos de meio período, além de outras vantagens que explicaremos a seguir.

Flexibilidade

Os horários dos empregos tradicionais geralmente são estabelecidos em horário comercial (normalmente das 8 às 17h ou 9 às 18h), o que restringe muito a disponibilidade do profissional para muitas atividades e compromissos ao longo da semana, uma vez que boa parte dos serviços operam nesses mesmos horários.

Por exemplo: uma simples ida ao consultório médico muitas vezes requer planejamento prévio e autorização de seu chefe. Praticar alguma atividade de forma frequente dentro do horário comercial é algo ainda mais inviável.

Um emprego de meio período permite a você ter a manhã ou tarde (às vezes até ambos) livres. Nos próximos tópicos abordaremos como essa liberdade pode ser ainda mais vantajosa para sua carreira.

Carreira e oportunidade

Geralmente é mais fácil conseguir um emprego de meio período, e em muitas oportunidades você terá perspectivas de crescimento dentro da empresa.

Ele também pode ser uma excelente opção se você possui pouca ou nenhuma experiência, ou ainda caso esteja com dificuldades para se recolocar no mercado.

Estudo e desenvolvimento

Algumas oportunidades, como os estágios, utilizam este regime de trabalho para que os estudantes possam conciliar estudo e trabalho e obter um bom desempenho em ambos.

Mesmo que você não seja um estudante universitário, também terá muitas vantagens. Um emprego de meio período lhe permite ter maior dedicação em novas formações e cursos, sem precisar deixar o mercado de trabalho. Isso lhe garantirá renda, experiência, networking e a possibilidade de progredir mais rápido na carreira.

Candidate-se facilmente com um Currículo Indeed

Principais oportunidades

Abaixo listaremos as oportunidades de emprego de meio período mais frequentes no mercado de trabalho brasileiro, desde as mais básicas e abundantes até carreiras que requerem maior grau de instrução e podem pagar salários ainda mais atraentes.

Aprendiz

Iniciamos a lista com a oportunidade que possui menor barreira de entrada. É voltada para jovens que nunca tiveram experiência, e a única exigência para ser aprendiz é já ter ou estar cursando a escola (nível fundamental ou médio) ou algum curso técnico relacionado à oportunidade de emprego.

Há uma legislação especifica no Brasil, criada em 2000, que prevê essa modalidade de emprego de meio período para jovens de 14 a 24 anos, além da garantia de receber pelo menos o salário mínimo por hora, contribuição para a previdência social e férias de 30 dias por ano.

Essa mesma lei também exige que 5 a 15% do quadro de médias e grandes empresas seja composto por aprendizes. Portanto, para conquistar este tipo de emprego de meio período você deverá voltar sua atenção para empresas de médio e grande porte.

Estágio

Apesar de ser parecido com o aprendiz, as vagas neste tipo de trabalho são totalmente em meio período, enquanto o anterior permite a existência de funções em período integral. Além disso, as vagas de estágio estão disponíveis não somente para estudantes de nível médio e profissionalizante, mas também do ensino superior.

Embora seja permitido por lei oferecer vagas não remuneradas, a maioria delas possui vencimentos que podem ultrapassar os R$ 2 mil por mês em algumas áreas específicas em grandes empresas, isso com apenas 6 horas diárias de trabalho.

Outra vantagem do estágio é que os valores das remunerações são líquidos, ou seja, não há nenhum desconto. Isso ocorre porque esse emprego não necessita de registro em carteira de trabalho.

Corretor de Imóveis

É talvez uma das profissões mais populares no Brasil. O grande número de profissionais que optam por esta área pode ser relacionado à grande expansão do mercado imobiliário no Brasil nas últimas décadas.

Não há exigência de formação acadêmica para a maioria das vagas, com exceção de um certificado específico da área, o curso técnico em transações imobiliárias. Com este certificado e diploma do ensino médio, você só precisará se filiar ao Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI).

É importante destacar que a maioria das vagas para corretor de imóveis não oferece salário fixo e que este profissional trabalha quase exclusivamente de forma comissionada. Porém, vale lembrar que as negociações de imóveis geralmente envolvem valores altos e uma única venda pode significar o equivalente de vários meses de salários de outros profissionais.

Call Center

Apesar da evolução dos meios de comunicação, as ligações por telefone continuam muito presentes em nosso cotidiano. Não é à toa que as vagas de emprego nos call centers continuam abundantes.

Call centers são centrais de ligações. É bem provável que você assimile esse nome às centrais de telemarketing e cobranças, o que não é um erro.

Só que o telemarketing é apenas uma das atividades neste emprego de meio período. Além dele, há outros papéis nos quais um profissional de call center pode atuar além de oferecer produtos e serviços.

O funcionário de um call center pode atuar no SAC (Sistema de Atendimento ao Consumidor), que abrange receber sugestões, consultas, reclamações e resolver dúvidas em geral. Há também o suporte HelpDesk, um suporte para resolução de problemas mais técnicos, que pode ser interessante caso você possua aptidão para resolução de problemas mais complexos.

Os empregos dessa área costumam exigir escolaridade de nível médio e normalmente não requerem experiência. A maioria das empresas deste segmento paga valores acima do salário mínimo sem a necessidade de trabalhar pelo período integral, além de benefícios, comissões e bonificações por desempenho, produtividade e vendas.

Técnico de Radiologia (Raio-X)

Essa é uma das vagas de emprego de meio período que mais pagam bem, com a peculiaridade que nenhum profissional desta área pode trabalhar mais do que 24 horas por semana.

Isso se deve à insalubridade deste trabalho, pois o trabalho do técnico de raio-X, mesmo que com a devida proteção, envolve uma exposição à radiação maior do que o restante dos outros profissionais.

O salário médio deste profissional gira em torno R$ 18,00 por hora, o que é quase 4 vezes mais do que o salário mínimo.

O profissional de radiologia é responsável por preparar pacientes para exames de imagem, o que requer grande atenção, pois há posições e técnicas diferentes de acordo com o problema de saúde. Estas imagens possuem grande importância para os tratamentos médicos. Portanto, para trabalhar nesta área é necessário um grande nível de conhecimento e atenção.

Para ingressar nesta profissão, você precisará fazer o curso de técnico de radiologia, que geralmente leva 18 meses. Após isso, estará apto para atuar em prontos socorros, hospitais, laboratórios e centros de diagnóstico por imagem.

Bancário

A profissão de bancário é outro emprego de meio período que paga bem. A jornada de trabalho é regulamentada por lei, totalizando 6 horas diárias ou 30 horas semanais.

Como o próprio nome sugere, o bancário é o profissional que atua em bancos e instituições financeiras, em funções que abrangem saques, pagamentos, abertura de contas, análise e venda de produtos financeiros, entre outros.

Com o avanço da tecnologia, algumas instituições requerem profissionais com formação em nível superior como administração, marketing, contabilidade e outras áreas. Mas, em geral, o requisito mínimo ainda continua sendo escolaridade de nível médio.

É comum o salário inicial desta área exceder os R$ 2.500,00 por mês, além dos benefícios assegurados por convenção sindical, que garantem bons valores de vale-refeição e alimentação, além de plano de saúde. Outro benefício garantido que é muito atraente é o de participação de lucros e resultados (PLR), que podem garantir altas bonificações levando em consideração que os bancos brasileiros têm registrado crescimento e resultados financeiros expressivos nos últimos anos.

Professor

O cargo de professor é uma das profissões mais tradicionais e abrangentes. Requer dedicação integral na maioria dos casos, mas não deixa de ser uma excelente opção de emprego de meio período para profissionais técnicos e experientes.

A maior parte das vagas requer nível superior em alguma licenciatura. Caso você queira dar aulas em universidades, uma especialização ou pós-graduação poderá ser exigida. Mas também há oportunidades que requerem apenas alto grau de conhecimento específico, como é o caso de idiomas e atividades técnicas como fotografia, por exemplo.

Como essa área é muito abrangente e possui diversos níveis de especialidade, seria muito vago fazer uma estimativa. Apenas para servir de exemplo, veja o caso das vagas para professor de inglês que podem pagar desde R$ 13,00 até mais que R$ 30,00 por hora.

Uma das vantagens deste emprego de meio período é a possibilidade de negociar a quantidade horas trabalhadas, o que pode ajudar a organizar seu dia a dia. Também é cada vez mais comum as aulas por videoconferência, que muitas vezes você poderá fazer em sua própria casa, otimizando ainda mais seu tempo.