O que o RH consulta antes de contratar

Atualizado em: 7 de agosto de 2023

A seleção para um emprego pode até parecer um mistério para quem se candidata, mas a verdade é que existem alguns aspectos que costumam ser observados pela equipe de recrutamento. Os itens que o RH consulta antes de contratar dependem bastante do tipo de vaga, da cultura organizacional e das necessidades da empresa, mas existem alguns elementos considerados básicos em qualquer processo.Para entender melhor essas exigências, confira, neste artigo, quais são as etapas básicas e os principais requisitos para passar em uma seleção, e o que a equipe de recrutamento espera dos candidatos.
Vagas relacionadas no Indeed
Vagas de meio período
Ver mais vagas no Indeed

Como normalmente é um processo seletivo para emprego

Para encontrar novos talentos, as empresas definem etapas que ajudam a equipe de recrutamento a contratar alguém tanto com as habilidades necessárias, quanto com o perfil alinhado à cultura corporativa. Esses dois aspectos possibilitam que a empresa tenha profissionais de qualidade e que as pessoas recém-contratadas tenham facilidade em se integrar.Para conseguir esse resultado, existe um formato-base de seleção amplamente usado durante as contratações. Ele é formado pelas seguintes etapas:
  • triagem de currículo: após receber currículos, o setor de recursos humanos avalia a documentação e seleciona os melhores perfis para a vaga;
  • teste: algumas funções exigem conhecimentos específicos, por isso a empresa realiza provas com quem passar na triagem;
  • entrevista: por fim, as pessoas com melhores resultados são convidadas para uma conversa com o recrutador e a gestão da equipe contratante. O objetivo é conhecer melhor os profissionais e, assim, verificar quem é mais indicado para exercer a função.
Esse processo pode ser adaptado conforme a necessidade da empresa. É comum que algumas façam mais de uma etapa com testes ou diferentes tipos de entrevistas para ter certeza de que encontraram a pessoa certa.Relacionado: Diferença entre recrutamento e seleção

O que o RH leva em conta antes da contratação

Quais seriam os critérios mais importantes para uma empresa na hora de contratar? Existem vários aspectos, que variam de acordo com o perfil de cada empregador e com o que a equipe precisa. No entanto, alguns deles são considerados mais gerais e, portanto, importantes para qualquer processo seletivo.

1. Apresentação do currículo

O currículo é considerado a vitrine profissional de uma pessoa, pois apresenta todas as experiências e habilidades importantes para a função. Esse documento representa o candidato e, por isso, deve ter uma excelente apresentação. O modelo utilizado, as cores escolhidas, a estruturação dos dados e informações bem escritas são, por exemplo, pontos com que você deve se preocupar.Todos esses elementos dizem muito sobre você e podem ajudar ou não na sua candidatura. Recrutadores buscam um perfil profissional, e todo esse cuidado na elaboração do currículo demonstra um pouco da sua postura nesse sentido.Também é importante considerar que quem está contratando não tem muito tempo para ler documentos longos ou com informações confusas porque tem muitos candidatos para avaliar. Por isso, escreva de forma concisa, clara e direta. Lembre-se de que uma documentação confusa e com uma má apresentação pode tirar você da seleção sem ao menos ser lida.Leia mais: Como fazer um currículo profissional

2. Experiências técnicas ou profissionais

Se o seu currículo passou no teste da apresentação, quem está selecionando vai analisar suas experiências técnicas e profissionais. O objetivo é saber se você tem compatibilidade com a vaga para a qual está concorrendo e entender o direcionamento que deu à sua carreira. Quanto mais parecidas forem as atividades que você já executou com a função da vaga aberta, mais chances você tem de continuar no processo.Por isso é tão importante elaborar o currículo de forma estratégica, ressaltando as experiências importantes para a vaga à qual está concorrendo. Além disso, fale sobre seus principais projetos, resultados e premiações. Tudo isso vai mostrar seu preparo para a função.Mas isso não é uma regra. Apesar de as empresas geralmente buscarem pessoas que entreguem resultados o quanto antes, é possível que ela perceba um talento sem muitas experiências e decida investir na pessoa. Para isso, mostre seus principais resultados até então, além de sua vontade e disponibilidade para aprender e crescer na empresa.Relacionado: Como descrever atividades desenvolvidas no currículo

3. Formação profissional

A formação de uma pessoa também pode ter um grande peso para o RH. Isso porque todo o conhecimento adquirido em graduações e pós-graduações, além de cursos de capacitação, contribui diretamente na qualidade técnica do serviço que a pessoa entrega. Profissionais de recursos humanos entendem que, quanto mais conhecimento na área, mais facilidade para desempenhar as atividades requisitadas.Portanto, deixe sempre suas informações de formação atualizadas ao enviar um currículo e não se esqueça de inserir os cursos extras de que participou. Entenda quais são as melhores habilidades que você pode colocar no seu currículo e busque cursos que desenvolvam essas qualidades.Relacionado: Como colocar a formação acadêmica no currículo

4. Comportamento na entrevista

A entrevista é um dos momentos cruciais em uma contratação e pode mudar completamente a preferência dos recrutadores. Por isso, é importante que você saiba se comunicar de forma clara durante essa conversa, passando todas as informações solicitadas com objetividade e precisão.Pesquise antes sobre a organização para conseguir demonstrar seu interesse tanto pela vaga, quanto pela empresa. Conheça sua história, a evolução e a visão para então mostrar como você se encaixa nesse meio e pode contribuir para o crescimento geral.Procure saber também sobre a função e o setor em que vai atuar, pois, assim, terá uma base de conhecimento para conversar com quem for entrevistar você. Isso também mostra como as suas experiências e resultados podem agregar à empresa e qual o papel que você assumirá. Afinal, a empresa busca alguém que possa trazer resultados.Leia mais: O que falar numa entrevista de emprego

5. Fit cultural

No momento da entrevista, o RH também pode analisar se você se adequa à cultura da empresa. Para isso, você responderá perguntas sobre seu comportamento diante de determinadas situações para que a equipe de recrutamento verifique se suas reações correspondem com os valores e a missão da organização.Outro aspecto que pode ser considerado é a sua adequação ao dress code da empresa. Portanto, pesquise antes se esse espaço de trabalho é mais formal ou casual e vista-se de acordo. Você não precisa mudar seu estilo, apenas adaptá-lo para que seja apropriado para o ambiente profissional.Leia mais: O que é fit cultural e como ele é avaliado?

6. Estabilidade na sua vida profissional

Um dos itens que o RH pode consultar antes de contratar é a estabilidade de uma pessoa nos empregos anteriores. Se você demonstrou mais estabilidade nas suas experiências antigas, passando mais tempo nas empresas, isso pode ser um ponto positivo.A ideia nas contratações é manter talentos no longo prazo, portanto pessoas que se mostram mais estáveis podem passar a impressão de que têm comprometimento. Além disso, quem se mantém mais tempo em um emprego mostra que consegue se adaptar à cultura corporativa.Naturalmente, isso é avaliado de acordo com a situação de cada pessoa, de modo que não é necessariamente algo que vai desclassificar você. Faça um currículo estratégico, em que as principais experiências citadas são aquelas em que você desenvolveu projetos interessantes. Caso contrário, avalie se realmente vale a pena falar sobre elas.

7. Habilidade de liderança

A liderança é hoje uma habilidade muito valorizada, ainda que o cargo almejado não seja de gestão. Ela é importante para que a pessoa seja proativa, focada na solução de problemas e consiga dar conta dos projetos quando necessário.Dessa forma, se você teve a oportunidade de liderar pessoas ou setores em alguma de suas experiências, destaque essa informação. Outra dica importante é descrever suas atividades profissionais e mostrar quais foram os resultados alcançados com a equipe durante o tempo em que você a liderou.Leia mais: Como ser um bom líder de equipe no trabalho

8. Bons resultados nos testes de habilidades

O processo seletivo pode incluir testes de conhecimentos, habilidades e até personalidade, que são elaborados para verificar se a pessoa tem o perfil certo para a empresa e ainda se ela realmente domina os conhecimentos necessários para a vaga. Nesse caso, atualize-se constantemente na sua área e faça uma análise sobre sua postura profissional para responder as questões da melhor forma.Agora, ao participar de um processo seletivo para um novo emprego, você já tem conhecimento sobre o que o RH consulta antes de contratar e pode se preparar da melhor maneira, para que tenha mais chances de sair na frente da concorrência e conquistar a vaga.
Compartilhar:
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • E-mail
Esse artigo é útil?

Leia mais artigos