Médias salariais e dicas sobre as profissões mais bem pagas em Portugal

Atualizado em: 25 de agosto de 2023

Portugal está entre os destinos mais procurados por brasileiros que querem ter uma experiência de trabalho no exterior. Mas como saber se essa é uma boa opção para você em termos financeiros? Considerando as estatísticas oficiais sobre o mercado de trabalho português, este artigo apresenta exemplos das profissões mais bem pagas em Portugal com base nos salários ganhos por pessoas em qualquer fase da carreira — não apenas em cargos de liderança. Assim, você pode consultar a remuneração de profissionais em diferentes campos de atuação e outras informações úteis para decidir quais são os prós e contras de trabalhar em Portugal no seu caso.
Vagas relacionadas no Indeed
Vagas de meio período
Ver mais vagas no Indeed

Como saber se um salário é bom em Portugal

Para descobrir se o salário de uma oferta de emprego em Portugal pode ser bom para você, tenha em mente o seguinte:
  • o salário mínimo em Portugal está fixado em € 760 mensais para o ano de 2023;
  • segundo os dados mais recentes divulgados pelo instituto de estatísticas da União Europeia (Eurostat), 64% da população do país recebe salários de menos de € 1.000 por mês;
  • os salários mais altos em Portugal são geralmente pagos a profissionais em cargos de diretoria, que ganham em torno de € 70.000 e € 100.000 anuais.
Valores a partir de € 1.000 já são tidos como bons salários em Portugal, mas lembre-se que esse critério pode variar bastante de acordo com a região, o nível de qualificação profissional e as demandas por segmento da economia, entre outros fatores.Relacionados: Salário médio e oportunidades em PortugalEste artigo é baseado em informações disponíveis no momento da redação, que podem ser alteradas sem aviso prévio. O Indeed não tem como garantir que esses dados estejam sempre atualizados. Recomendamos consultar fontes locais para obter as informações mais recentes sobre o assunto.

As áreas com os maiores salários em Portugal

O Instituto Nacional de Estatísticas (INE) de Portugal produz boletins mensais que incluem os índices de remuneração em diversos segmentos da economia no país. Ao analisar a evolução dessas estatísticas, é possível identificar a tendência de maiores salários nas áreas de tecnologia da informação (TI), logística, finanças, engenharia industrial e retalhos (varejo).Pessoas com certos tipos de especialização em TI podem receber salários entre € 2.000 e € 3.000, por exemplo, como consultores SAP.Para ter uma ideia de quais são os salários mais atraentes em sua área de atuação, você pode usar gratuitamente o recurso de pesquisa de salários na versão portuguesa do Indeed — que é considerado o principal site de empregos do mundo e está presente em mais de 60 países, incluindo o Brasil e Portugal.Relacionado: 5 profissões em alta em PortugalAviso legal: informamos que nenhuma das outras empresas, instituições ou organizações mencionadas neste artigo é afiliada ao Indeed.

Exemplos de salários nas profissões mais bem pagas em Portugal

Os valores abaixo são estimados com base nas mais recentes ofertas de emprego e nos salários revelados de modo anônimo por pessoas que atuam nestas profissões em Portugal:
  1. dentistas – salário médio de € 3.685 por mês em Portugal;
  2. desenvolvedores back-end – salário médio de € 3.036 por mês em Portugal;
  3. diretores de marketing – salário médio de € 2.753 por mês em Portugal;
  4. enfermeiros – salário médio de € 3.290 por mês em Portugal;
  5. gerentes de dados – salário médio de € 3.418 por mês em Portugal;
  6. gerentes gerais de hotelaria – salário médio de € 3.500 por mês em Portugal.
Essas estimativas se referem ao país de Portugal como um todo e não incluem nenhum tipo de pagamento adicional ao valor do salário. Ao pesquisar salários ou oportunidades de emprego no Indeed, você pode filtrar os resultados por localidade e conferir outras áreas profissionais.Relacionados:As informações sobre médias salariais são extraídas de publicações nos sites indicados, com checagem na data de redação deste artigo. Os valores ficam sujeitos a variações de acordo com as características de cada vaga de trabalho.

Quais são os prós e contras de trabalhar em Portugal?

Para decidir se vale a pena trabalhar em Portugal, é interessante fazer a sua própria lista de prós e contras. Afinal, há vários fatores envolvidos que podem ser encarados como vantagens ou desvantagens dependendo do estilo de vida que você pretende levar no país e das suas expectativas de evolução em uma carreira. Veja alguns exemplos:
  • para trabalhar legalmente em Portugal, é preciso ter dupla nacionalidade portuguesa ou um visto de trabalho válido e do tipo mais adequado a seu caso;
  • nas atividades com salários mais atraentes em Portugal, há uma grande concorrência entre profissionais locais e estrangeiros, sejam do Brasil ou de outros países da Europa;
  • mesmo com a criação de novas leis para facilitar a entrada de brasileiros que trabalham remotamente ou estão à procura de trabalho no país, ainda é recomendável conseguir um contrato de emprego antes de se mudar (o que também ajuda a viabilizar os pedidos de visto);
  • a isenção de visto para brasileiros que visitam a Europa a turismo ou negócios vale apenas por 90 dias, mas quem tem um visto português pode ultrapassar esse prazo em outros países do Espaço Schengen;
  • falar o mesmo idioma pode simplificar a vida no país, mas há diferenças entre a gramática brasileira e a portuguesa. É importante também ter um bom domínio do inglês para exercer algumas das profissões mais bem pagas em Portugal;
  • o governo português vem adotando uma série de medidas para a geração de empregos, incluindo a aplicação de recursos do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) com execução prevista até 2026.
Assim como vem acontecendo ao redor do mundo, Portugal ainda precisa evoluir no processo de retomada pós-pandemia. Além disso, o país vem lidando com questões de grande impacto no mercado de trabalho em toda a Europa, como o Brexit, a guerra na Ucrânia e o êxodo de populações em áreas de conflito. Por outro lado, há setores da economia em franco crescimento e oferecendo boas oportunidades para profissionais com qualificações em alta demanda.
Compartilhar:
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Facebook
  • E-mail
Esse artigo é útil?

Leia mais artigos