Como saber se o entrevistador gostou de mim

Por Equipe editorial do Indeed

Publicado em: 12 de maio de 2022

A Equipe Editorial do Indeed é formada por um grupo diverso e talentoso de escritores, pesquisadores e especialistas que usam os dados e as informações do Indeed para oferecer dicas úteis que ajudam a guiar sua carreira.

O momento pós entrevista de emprego gera bastante ansiedade, sendo um dos principais dilemas dos candidatos: “como saber se o entrevistador gostou de mim?”. Nesse momento, mil coisas se passam em nossas cabeças, que buscam qualquer detalhe para indicar como foi nosso desempenho na etapa. E, no final das contas, apenas temos a resposta certa após o retorno do entrevistador.

Acontece que existem sim alguns aspectos que podem revelar se a entrevista foi considerada boa ou não. Confira neste artigo quais são esses aspectos para que você consiga analisar melhor sua desenvoltura.

Como saber se o entrevistador gostou de mim: conheça as dicas dos recrutadores

A entrevista de emprego é um dos momentos cruciais de um processo seletivo. Ela geralmente está entre as últimas etapas e pode mudar completamente a preferência por um candidato. Afinal, é quando recrutadores e gestores conhecem os profissionais pessoalmente e descobrem se, de fato, têm o perfil, o conhecimento e as habilidades comportamentais necessárias para se alinharem à equipe. Com isso, as pessoas ficam ansiosas para saber se conseguiram ou não a tão sonhada vaga.

Uma das perguntas mais frequentes, dessa forma, é: “como saber se o entrevistador gostou de mim?”. Apesar de a resposta oficial normalmente ser dita após algum tempo, é possível ter uma boa noção da impressão que recrutadores têm dos candidatos a partir do comportamento deles e das perguntas que fazem. São aspectos que normalmente passam despercebidos diante da ansiedade com a conversa.

Por isso, quando for convidado para uma entrevista, fique atento a como o recrutador se comporta. Tanto a postura quanto o que essa pessoa fala podem dar importantes indícios se ficou interessado pelo seu perfil. Para facilitar, estes são alguns aspectos aos quais você deve se atentar:

1- O entrevistador mostra interesse em você

Um dos primeiros pontos é o interesse que o entrevistador demonstra por você, por suas experiências, seus projetos e seus conhecimentos. Quanto mais perguntas fizer e se mostrar entusiasmado pela sua trajetória profissional, melhor. Inclusive, um bom sinal é quando a conversa dura mais tempo do que esperava porque teve um bom rendimento.

Por outro lado, quando o entrevistador perguntou pouco e a entrevista foi rápida, é possível que o resultado não seja muito bom. Isso pode acontecer por vários motivos, seja porque a pessoa que está entrevistando logo identificou que você não condiz com o perfil da vaga ou da empresa ou não possui os conhecimentos que precisam no momento, entre outras razões.

2- Você é convidado para conhecer a empresa

Ser convidado para conhecer a empresa também pode ser algo positivo no seu processo de candidatura. Muitos recrutadores fazem isso como uma forma de mostrar ao candidato o ambiente corporativo, a forma como a instituição se organiza e trabalha, enfim, como é a rotina no local. É uma forma de despertar o interesse da pessoa em fazer parte da equipe.

É exatamente por essa razão que representa um ótimo sinal de que você está entre os primeiros do ranking para a função. Caso contrário, se ele não tivesse interesse nenhum no seu perfil, a pessoa do RH não iria dedicar mais atenção do que o necessário.

3- O recrutador pergunta em quanto tempo você pode assumir a função

A entrevista é o momento de entender melhor sobre sua carreira, mas é possível que os recrutadores fiquem tão interessados no seu perfil que já se queiram em saber quando você pode assumir a função. Naturalmente, a pessoa do RH pode questionar isso a outros candidatos, mas certamente apenas àqueles que se mostraram ótimos potenciais para a equipe. Por isso, se você costuma se perguntar: “como saber se o entrevistador gostou de mim?”, este pode ser um bom indicador de que sim.

Com essa pergunta, o setor de recursos humanos consegue se planejar, caso você seja efetivamente escolhido. E tem mais! Caso, após você determinar seu prazo, o entrevistador faça uma contraproposta para assumir em menos tempo, pode ter certeza de que está muito bem colocado na disputa pelo cargo.

4- Você recebe uma proposta de remuneração

Atualmente, é muito comum as empresas trabalharem com pretensão salarial. Ou seja, elas não informam qual é o salário para a função, mas pedem que os candidatos indiquem o quanto querem ganhar.

Se, no momento da sua entrevista, fizerem uma proposta salarial para você, isso é algo considerado bem positivo. Significa que o recrutador já está pensando em efetivar sua contratação e está expondo quais são as condições de remuneração.

5- O recrutador explica as próximas etapas

Em uma boa entrevista, a pessoa do RH explica para o candidato como devem ser as próximas etapas do processo seletivo. E, caso o entrevistador diga que vai entrar em contato para agendar as próximas atividades, pode ter certeza de que você foi bem e seguirá na disputa pelo cargo. Caso contrário, a pessoa apenas encerraria a conversa e agradeceria a sua participação.

6- O entrevistador deu espaço para questionamentos

Outro indício positivo de que sua entrevista foi boa e você está sendo considerado para assumir a posição é quando o recrutador abre espaço para tirar dúvidas em relação à vaga e empresa. Se a pessoa responsável pelo processo seletivo dedica atenção e interesse em responder suas questões, é porque você é considerado um bom candidato. Afinal, se não fosse, o entrevistador não perderia tempo, não é mesmo?

Além disso, esse momento de perguntas é uma ótima forma de entender melhor as suas expectativas. Isso é importante para descobrirem se você também se interessou em fazer parte da equipe e o que considera importante para oferecer uma boa proposta.

7- Você recebeu comentários positivos

Um dos sinais mais diretos de que sua entrevista para o cargo foi boa é que, ao final, o entrevistador fez comentários positivos sobre você, suas experiências e formações. Ninguém elogia outra pessoa gratuitamente em um processo seletivo, mas quando realmente a pessoa supre todas as expectativas ou vai além. Isso, portanto, é um claro sinal de que seu perfil foi bem recebido e o recrutador acha que você é compatível para assumir a posição ofertada.

Como se preparar para uma entrevista

O preparo para a entrevista do processo seletivo pode fazer bastante diferença. Como dissemos anteriormente, trata-se de uma das etapas mais importantes e, se você não for bem, pode ser desclassificado. E isso acontece mesmo quando a pessoa tem um bom currículo e o perfil adequado para a função.

Por isso, o primeiro passo para ir bem nessa etapa é pesquisar sobre a empresa. Conheça a história, a evolução e a visão da organização. Procure também sobre a função e o setor em que irá atuar, pois, assim, terá uma base de conhecimento para conversar com quem entrevistar você.

Reflita sobre seus pontos fortes e fracos, pois este é um dos questionamentos mais comuns em entrevistas. Falar sobre isso nem sempre é fácil, então é importante já ter em mente o que vale a pena comentar e como fazer isso. Por exemplo: nos pontos negativos, busque falar sobre como você está tentando superá-los.

A forma como você se veste e se apresenta também é um aspecto importante, pois ajuda a formar a primeira impressão que o entrevistador tem de você. No entanto, isso não significa que deve usar roupa formal em todos os casos. Pesquise sobre o perfil da empresa e vista-se de acordo com ele: use roupas mais sociais para ambientes formais e vestuário mais básico para instituições mais descontraídas.

A sua postura no momento da entrevista também conta muito, sendo importante utilizá-la a seu favor para passar confiança. Além de se sentar de maneira adequada, gesticule de forma calma na hora de falar. Comunique suas ideias e questões de forma clara e tente controlar o nervosismo, respirando lentamente.

Apresentamos alguns indícios e comportamentos do entrevistador que podem ajudar você com a questão “como saber se o entrevistador gostou de mim?”. É claro, que isso não garante que será contratado, mas ajudam a ter certa noção do desempenho na entrevista. Caso o recrutador não apresente nenhum desses comportamentos, não se desmotive e nem leve para o lado pessoal. Continue a busca por um bom emprego, pois a resposta pode ser positiva.

Leia mais artigos