Entrevistando

Como ser aprovado em uma dinâmica para jovens?

A dinâmica de grupo é a etapa do processo seletivo que consiste na realização de uma atividade em conjunto com outros candidatos. Essa atividade é monitorada de perto pelos recrutadores, que pretendem analisar características comportamentais e competências dos candidatos, coisas que não são possíveis perceber apenas pelo currículo.

Como os recrutadores sabem identificar rapidamente os comportamentos atípicos que ocorrerem durante a dinâmica de grupo, muitos candidatos acabam minando suas chances de aprovação no processo seletivo sem ao menos perceber. Portanto, entender como funciona essa importante etapa e saber como proceder é fundamental para conseguir ser bem-sucedido. Neste artigo, comentaremos sobre isso e daremos algumas dicas para que você tenha maiores chances de ser aprovado em um processo seletivo.

A importância da dinâmica de grupo para jovens

A dinâmica de grupo costuma ser uma das fases mais complicadas para os profissionais, em especial os mais jovens e com pouca experiência. Isso geralmente ocorre porque há uma grande preocupação em entender o objetivo e o que se deve fazer para se destacar nesta etapa de seleção. Por isso, boa parte dos candidatos costuma adotar comportamentos e atitudes que não têm, com o objetivo de chamar atenção e se destacar na dinâmica de grupo. É de extrema importância que o candidato procure ser autêntico e evite os extremos durante esta etapa do processo seletivo. Afinal, é por meio dela que os recrutadores conseguem observar o comportamento dos candidatos, a forma como eles interagem entre si e a postura deles diante de alguma situação desafiadora.

Como funciona a dinâmica de grupo

As dinâmicas de grupo geralmente consistem na condução de alguma atividade coletiva, que pode ou não ter relação direta com a atividade a ser executada na empresa em si. Elas podem ter diversos tipos e formatos, e sua função é verificar como o candidato se comportaria no dia a dia na função em grupo; a intenção dos recrutadores é simular um ambiente de trabalho. Fazendo isso, eles conseguem ter uma melhor impressão da forma como cada um dos participantes age e se relaciona com os demais por meio de diversas situações a serem impostas na dinâmica.

Aumentando suas chances na dinâmica de grupo

Após explicarmos sobre o funcionamento desta etapa do processo seletivo, veja a seguir algumas dicas que podem ajudá-lo a aumentar suas chances de aprovação em uma dinâmica de grupo.

Prepare-se para a dinâmica em grupo

Antes de ir para a dinâmica, pesquise sobre a empresa, a vaga e o mercado de atuação dela. Demonstrar este tipo de conhecimento pode ser esperado pelos recrutadores e o ajudará a somar pontos não apenas na dinâmica em grupo, mas também durante todo o restante do processo seletivo.

Além de pesquisar sobre a empresa com antecedência, evite arriscar na escolha da roupa que for utilizar. A vestimenta social continua sendo uma escolha muito sólida para entrevistas, e o mesmo vale para as dinâmicas de grupo. Esses processos podem envolver algum tipo de atividade que exija movimentação, portanto busque uma opção que também seja confortável.

A chegada na empresa

Ao chegar no local do processo seletivo, deixe o telefone celular no modo silencioso e evite qualquer outra fonte de distração. Procure se manter focado e atento o tempo todo. Tenha em mente que você pode ser observado desde o primeiro momento, portanto mantenha uma boa postura mesmo antes que o processo comece. Conversar com os demais candidatos não é proibido, porém, tenha cuidado para evitar assuntos polêmicos e perder o foco no objetivo principal.

A apresentação

Apresentar a si mesmo é algo comum em praticamente todas as dinâmicas em grupo e geralmente é a primeira parte do processo. Normalmente é solicitado que cada candidato se apresente por alguns minutos e fale um pouco de si, seja da vida pessoal ou profissional.

Em uma dinâmica para jovens, é possível que surjam outros candidatos que tenham mais experiências do que você, como cursos em instituições renomadas, intercâmbios, entre outros. Porém, note que o objetivo desta etapa não é medir quais profissionais têm mais qualificações, mas a forma como cada um se apresenta. Por isso, é importante que você não se sinta intimidado pela apresentação dos outros candidatos. Afinal, a empresa não conduziria uma etapa de dinâmica em grupo caso as competências relacionadas à formação fossem os fatores decisivos para a contratação.

Evite decorar sua apresentação e dar respostas prontas. Fazer isso acaba não soando natural e você pode passar por uma saia justa caso o recrutador pergunte algo que fuja do seu roteiro. Portanto, ao invés de decorar, pratique sua apresentação até que ela pareça natural e clara. Não há forma melhor de começar o processo do que deixando uma ótima impressão para o recrutador.

As atividades em grupo

Em uma dinâmica para jovens, os recrutadores separam os candidatos em grupos para a realização de uma ou mais atividades. Elas normalmente consistem na elaboração de um projeto para ser apresentado em grupo posteriormente. É dado um determinado prazo para que o grupo discuta ideias para a concepção e realização do projeto ou tarefa solicitada.

Essa é uma das principais partes da dinâmica, pois o objetivo dos recrutadores é avaliar como cada candidato se relaciona com os demais colegas. A maneira como a tarefa será realizada é fundamental em uma dinâmica em grupo, pois diversas informações podem ser obtidas pela equipe de recrutadores.

São avaliadas diversas atitudes, desde como cada um propõe e discute as ideias, como aceitam ou não opiniões dos demais, além da capacidade de raciocínio e resolução de problemas, entre outros diversos aspectos. É importante ressaltar que não existe um comportamento certo para ser aprovado em uma dinâmica em grupo. Em todos os processos, o RH traça um perfil prévio e o objetivo da dinâmica é identificar o candidato que seja mais compatível. Alguns tipos de comportamentos são sempre vistos de forma positiva, como: boa capacidade de comunicação, habilidade de negociação e a cordialidade com os demais candidatos.

Apresentação em grupo

Por fim, o projeto concebido em grupo é apresentado para os demais grupos e recrutadores. Nesta etapa, por mais que você tenha algum problema com timidez, evite deixar de participar da apresentação e tome um trecho do trabalho para explicar. É importante que o grupo comente não apenas sobre a ideia concebida como um todo, mas também sobre o processo que foi feito para chegar até o resultado.

O que não fazer em uma dinâmica de grupo

Em uma dinâmica de grupo para jovens, alguns comportamentos não são esperados e nem recomendáveis. Veja abaixo quais são e algumas dicas para evitá-los.

Adotar uma postura sem confiança e nervosismo

Busque manter uma postura boa e positiva durante todo o processo. Tenha em mente que boa parte de nossa comunicação é não verbal, ou seja, você está passando informações às pessoas ao seu redor mesmo que não esteja falando nada.

O nervosismo pode ser transmitido através de inquietação e outros sinais. Tente manter a calma, respirando lentamente. Adotar uma postura ereta, confiante e amigável irá ajudar não apenas a passar uma boa impressão para os recrutadores, como também poderá te ajudar durante a interação com os demais candidatos, que poderão ser recíprocos com você.

Tentar ficar em evidência com frequência

Muitos candidatos costumam pensar que se adotarem uma postura de liderança e ficarem em evidência por muito tempo aumentarão consideravelmente suas chances de serem notados e aprovados para a fase seguinte, mas isso pode ser um erro.

Não há nenhum problema em tomar atitudes de liderança e constante comunicação, porém, há dois motivos importantes para recomendarmos cuidado com estes comportamentos:

  1. Caso você não tenha muitos traços de liderança e não seja uma pessoa muito comunicativa, é muito provável que soe natural em suas atitudes, o que é notado pelos avaliadores como algo não tão positivo, atrapalhando a percepção deles sobre seus verdadeiros pontos fortes.
  2. Liderança e grande capacidade de comunicação são características realmente desejáveis, mas nenhuma empresa quer ou busca ter profissionais com as mesmas características. Uma empresa precisa de líderes, claro, mas também precisa de pessoas que sejam lideradas.

Interagir pouco

Participar pouco também é algo a ser evitado. Os recrutadores querem ter uma boa noção do comportamento de cada candidato, portanto se você for muito discreto em sua participação, os recrutadores terão menos referências para fazer uma avaliação. Embora a interação seja algo importante, evite falar apenas para marcar presença. Busque se comunicar sempre que tiver algo para agregar na tarefa, seja para parabenizar ou até mesmo questionar os demais membros se julgar necessário.

Cometer erros de português

A linguagem verbal também é importante e também será avaliada, portanto, evite ao máximo fazer uso de alguma variação linguística que não seja esperada para o ambiente. Além disso, o uso de gírias e palavrões também não devem fazer parte de seu discurso de maneira alguma. Independentemente do tipo de empresa, é esperado que seus funcionários tenham um bom nível do idioma e saibam utilizá-lo adequadamente.

Relacionados

Ver mais 

Como se preparar e o que dizer em uma entrevista de emprego

Uma boa entrevista de emprego pode determinar seu sucesso. Veja nosso artigo com dicas para saber o que responder durante a entrevista e saia na frente.

Como responder: “Por que você quer trabalhar nesta empresa?”

Por que trabalhar nesta empresa? Pergunta muito comum em entrevistas, aqui orientamos você a saber como respondê-la, aumentando suas chances de sucesso.