Entrevista final com o gestor — dicas de como se preparar

Por Equipe editorial do Indeed

Publicado em: 27 de maio de 2022

A Equipe Editorial do Indeed é formada por um grupo diverso e talentoso de escritores, pesquisadores e especialistas que usam os dados e as informações do Indeed para oferecer dicas úteis que ajudam a guiar sua carreira.

O processo seletivo para uma vaga de emprego pode ser longo e contar com diversas etapas de avaliação e recrutamento. Para alguns cargos, a decisão de contratação ou não depende da entrevista final com o gestor da empresa. Se você já passou pelas demais etapas e está à espera dessa entrevista, aproveite esse tempo para se preparar para mais esse passo. Neste artigo, confira algumas das principais perguntas usadas em entrevistas com a gestão. Leia na íntegra e aumente suas chances de ter um bom resultado.

Entrevista de recrutamento

Durante o processo seletivo, é muito comum ter que participar de uma entrevista conduzida pela área de recursos humanos (RH) da empresa. Esse setor analisa o perfil comportamental das pessoas inscritas para a vaga. Para isso, a equipe de recrutamento pode usar, por exemplo:

  • testes de raciocínio lógico para visualizar sua capacidade

  • testes psicológicos para checar sua aptidão, atenção e comportamento

  • dinâmicas de grupo como parte da entrevista.

A partir de suas respostas e análises de resultados, o RH pode julgar se você tem compatibilidades com a cultura organizacional da empresa e atestar se você consegue lidar de maneira eficiente com o ambiente de trabalho e suas demandas. Cada parte do processo seletivo é importante. Apenas com a aprovação do RH, tanto na entrevista como nos testes, você poderá receber um convite para a etapa final de seleção: a entrevista com a gestão ou chefia.

Entrevista final com o gestor: para que serve

Enquanto o RH analisa o perfil comportamental, a entrevista com a equipe de gestão avalia se você tem capacidade técnica para cumprir as funções do cargo. Essa avaliação não foca apenas no seu currículo ou nos cursos e qualificações que você tem. Quem conduz a entrevista final quer conhecer cada uma das pessoas que concorrem à vaga. O principal interesse da gestão é saber como você aplica o conhecimento técnico da sua área de atuação e como pode contribuir com a empresa.

Para isso, poderá mencionar o seu rendimento em trabalhos anteriores e apresentar aspectos da sua personalidade que podem melhorar o desempenho da empresa. Nessa etapa, você responderá várias perguntas, numa oportunidade para você se destacar e mostrar seu diferencial. A escolha final depende de muitos fatores: currículo, experiência, desenvoltura comunicativa e apresentação. Se não tiver muita experiência profissional, aproveite para ressaltar outros pontos positivos que só você tem.

Preparação para a entrevista com o gestor

Essa é uma entrevista decisiva. Então, não se arrisque com improvisos. É importante se preparar para uma entrevista de emprego: planeje suas respostas, ensaie o que você vai dizer e pesquise sobre a empresa.

Sua aparência também é importante. É a primeira impressão que a equipe de gestão terá sobre você. Vale a pena refletir sobre qual é a melhor roupa para usar numa entrevista de emprego. É fundamental compreender qual é o ambiente de trabalho da empresa, se é algo formal, informal ou despojado. Escolha uma roupa consoante com o código de vestimenta da empresa.

Agora, se está pleiteando um cargo de liderança, prepare-se para demonstrar qual estilo de líder você é. Selecione bons exemplo de proatividade, iniciativa e resiliência ao longo da sua carreira. Não improvise na hora da entrevista. Ter exemplos preparados ajudará a passar confiança e assertividade ao gestor.

Relacionado: Estilos de liderança no trabalho: dicas e exemplos

Perguntas da entrevista final com o gestor

Confira a seguir algumas das principais perguntas utilizadas em uma entrevista final com a gestão.

1. Qual é a sua experiência para o cargo?

Nessa pergunta, fale sobre as suas experiências, principalmente as que você considera relevantes para o cargo. Esta é uma ótima oportunidade para você mostrar sua desenvoltura na área, pois nem sempre isso é visível "no papel". Veja a seguir alguns exemplos de experiências importantes em qualquer área de trabalho:

  • conhecimento de línguas

  • intercâmbio e voluntariado

  • estágios

  • trabalhos anteriores.

Fale sobre experiências de empregos anteriores de até cinco anos atrás. No currículo, você prioriza as experiências mais recentes, mas, na entrevista, você pode acrescentar esses relatos antigos para enriquecer o relato de sua jornada. Procure exemplos em que seu trabalho foi reconhecido e valorizado, mostre como você contribuiu para o crescimento das empresas por onde passou.

2. Por que você saiu do último emprego?

Essa é uma pergunta delicada. Quem conduz a entrevista quer saber se você saiu do emprego por conta própria ou foi demitido ou demitida. Você deve responder sobre o motivo da sua demissão com sinceridade, mas sem criticar outras empresas ou pessoas. Isso é muito importante, já que o que você fala dos outros revela mais sobre seu caráter do que sobre os demais.

Você não precisa dar detalhes da demissão, muito menos expor problemas que podem ter acontecido. Responda mesclando a arte de escolher as palavras certa, manter a verdade e agir com ética.

Relacionado: Como saber se uma empresa é confiável

3. Cite um erro que você cometeu e como lidou com isso

Neste questionamento, querem saber como você reage às adversidades e se consegue tomar decisões rápidas. Mantenha a sinceridade e demonstre o que você aprendeu com o erro, como isso o ajudou depois, na condução do trabalho, ou se você conseguiu melhorar a produtividade ou atendimento.

Não cometa o erro de responder que você é perfeccionista, tende a fazer tudo da melhor forma e não comete erros. Erros são humanamente comuns, e aprender com eles são oportunidades de crescimento. A depender de sua resposta, você demonstrará que tem habilidades da inteligência emocional para lidar com erros e acertos de forma profissional e madura.

4. Fale mais sobre você

Responder à pergunta “fale sobre você” em uma entrevista de emprego pode parecer difícil e ser um dilema, mas é uma das perguntas que mais podem te ajudar a se destacar no processo seletivo. Esse não é o momento para divagar sobre sua vida pessoal, mas para descrever pontos fortes e fracos de sua personalidade. Confira alguns assuntos interessantes que poderá abordar:

  • por que você escolheu essa carreira/faculdade

  • o que você mais gosta dessa área de atuação/estudos

  • hobbies e passatempos que você cultiva

  • a virtude mais importante que você quer conquistar

  • livros que você considera inspiradores.

Quanto mais nos conhecemos, mais sabemos de nossas fraquezas e nossos pontos fortes. Conseguir falar mais sobre você com equilíbrio e sensatez também conta pontos.

5. O que você acha da nossa empresa?

Se realmente quer a vaga, é fundamental que faça uma pesquisa mais profunda sobre a empresa antes da entrevista final. Pesquise sobre a vaga, sobre os valores e práticas da instituição. Você pode usar as suas respostas para relacionar suas experiências profissionais e pessoais com os princípios da empresa. Confira tópicos agradáveis sobre os quais você pode falar:

  • aspectos e práticas que você gosta da cultura organizacional

  • o que levou você a participar do processo seletivo

  • como você conheceu a empresa

  • por que quer trabalhar ali.

Concorrer a vagas de emprego tem seus processos clássicos e outros mais específicos e pontuais, como a entrevista final com a equipe de gestão ou chefia. Quando você chegar nesse ponto, já venceu muitas etapas. Saiba que a entrevista, mesmo que decisiva, não pode ser um momento de tensão. Encare como uma oportunidade para mostrar todas as suas qualidades, diferenciais e vontade de conquistar o cargo almejado.

Leia mais artigos