Perguntas para recrutamento interno: 12 perguntas para entrevista de seleção interna

Por Equipe editorial do Indeed

Atualizado em: 31 de outubro de 2022 | Publicado em: 30 de novembro de 2021

Atualizado em: 31 de outubro de 2022

Publicado em: 30 de novembro de 2021

A Equipe Editorial do Indeed é formada por um grupo diverso e talentoso de escritores, pesquisadores e especialistas que usam os dados e as informações do Indeed para oferecer dicas úteis que ajudam a guiar sua carreira.

As perguntas para entrevista de seleção interna não são tão assustadoras quanto você imagina. Contudo, é normal o nervosismo aparecer, pois é um momento decisivo de sua carreira e provavelmente você esperou bastante por isso.

É necessário se preparar e imaginar o que esperam de você. Para isso, saber qual é a percepção sobre você dentro da empresa é essencial para aumentar as chances de promoção. Além disso, ter em mente os tópicos que podem lhe perguntar no momento da seleção também é muito importante. Nesse artigo trazemos as perguntas mais frequentes no momento de uma entrevista de recrutamento interno.

Perguntas para entrevista de seleção interna: como se preparar

Antes de listarmos as principais perguntas usadas durante uma entrevista de seleção interna, é importante pontuar alguns fatores cruciais para a sua preparação. A tão sonhada promoção de cargo é um momento muito importante para o crescimento profissional. Se você está há bastante tempo em uma empresa e obteve tamanho destaque a ponto de ser notado e considerado para uma promoção, isso demonstra o tamanho de sua competência.

Portanto, não há motivo para insegurança, pois você se tem aptidão para concorrer é porque tem habilidades e conhecimentos úteis para aquela vaga. Porém, muitas vezes não temos ideia da nossa capacidade e de qual é a percepção das outras pessoas sobre nós.

Relacionado: Cinco exemplos de como lidar com perguntas de pegadinha na entrevista

Dicas para fazer uma boa entrevista

Antes da entrevista é interessante sondar com seus superiores e colegas como seu trabalho está sendo visto. Isso é fundamental para que obtenha um feedback do que vem fazendo até agora. Ao fazer isso você terá ferramentas primordiais na hora de responder às perguntas do entrevistador.

Você precisa saber que todo o seu histórico será levado em conta para que a promoção seja efetivada ou não. Por isso, se tem algo que ocorreu durante seu percurso na empresa e que não foi bem visto entre os cargos de chefia, com certeza isso surgirá no momento da entrevista. Dessa forma é importante saber se justificar, mas sem deixar de assumir a responsabilidade, assim deixe claro que aprendeu com seus erros.

Por fim, estude bem a vaga a qual estará concorrendo. É interessante saber quem a ocupava antes e tentar aprender com a pessoa. Ademais, leia novamente sobre a empresa, relembre sua história e sobre a importância dela no mercado. Para finalizar, crie uma lista de objetivos e pretensões, pois você deve ter em mente o motivo pelo qual quer tanto aquela vaga.

Relacionado: Como responder à pergunta “Fale sobre você” numa entrevista de emprego

As principais perguntas que podem surgir durante uma entrevista de seleção interna

Finalmente chegou o momento da tão esperada entrevista de emprego. Lembre-se que ela é importante, mas evite deixar-se levar pelo nervosismo. Fale com clareza e olhe nos olhos da pessoa que estiver entrevistando você. Seja casual, mas não informal demais. Provavelmente você já tem contato com aquela pessoa, já que trabalham na mesma empresa. Porém, não use isso nesse momento, pois os dois não estarão como colegas de trabalho, mas como dois profissionais cumprindo seus papéis.

Listamos abaixo as principais perguntas e algumas dicas do que você pode responder.

1. Por que se considera a pessoa ideal para o cargo?

Para responder a essa pergunta é importante que não haja falsa modéstia. Fale com sinceridade sobre suas competências e habilidades que acredita que farão a diferença para o cargo. Exalte também seu profissionalismo. Diga se é uma pessoa pontual, se é alguém que se dedica além do que pedem, tudo isso é importante na hora de avaliar um candidato.

2. Quais são as principais competências que lhe qualificam para essa promoção?

Essa pergunta é uma variação da anterior, mas nesse caso falará com mais especificidade. Diga apenas o seu diferencial, aquilo que lhe torna uma pessoa única para aquela função.

Os profissionais gostam de fazer essa pergunta para saber se o candidato sabe fazer uma boa autoavaliação. Se sabe como as pessoas lhe veem dentro da empresa, isso ajudará você a responder essa questão.

Relacionado: Como descrever pontos fortes e pontos fracos numa entrevista de emprego

3. Quais você considera que são seus pontos de melhoria profissional?

Seja honesto e sincero ao responder essa pergunta. Provavelmente a pessoa que estará lhe entrevistando já sabe a resposta e ela quer apenas ouvi-la de você. Por isso conte aquilo que considera algo que tenha como ponto fraco, mas não precisa enfatizar tanto. Deixe claro que já está ciente desses defeitos e que está tratando de saná-los.

4. Quais foram suas principais conquistas no cargo atual?

Para responder a essa pergunta é muito importante que tenha feito uma autoavaliação da sua jornada. Pois muitas vezes nós não lembramos com clareza das atividades realizadas. Contudo, se estão considerando você para aquele cargo é porque você se destacou por algum motivo.

Assim, conte seus feitos e explique como os fez. Porém, não se deixe levar pela soberba e a arrogância, seja profissional e apenas explique que aquilo faz parte do seu trabalho e que fez pela empresa.

Relacionado: "Quais suas expectativas em relação à vaga pretendida?" - Como responder

5. Por que esta promoção é tão importante para você?

É nesse momento que você pode usar o emocional fluir. Essa pergunta é muito íntima e pode ter relação com a sua vida pessoal ou ser apenas mais um degrau para que consiga algo maior. De todos os modos, conte isso na entrevista.

Se suas ambições vão além e aquele cargo é só uma parte da sua jornada, isso demonstra que tem ambição e não se contenta com o pouco. Mas se aquela vaga na verdade é o que você sempre esteve sonhando e esperando que acontecesse, também conte isso e deixe claro que ela é muito importante para sua carreira e vida pessoal.

6. Quais são seus principais objetivos profissionais a longo prazo?

Para conseguir responder a essa pergunta é preciso que você tenha feito planos a longo prazo. Por isso não seja alguém conformado. Trace planos e metas e conte isso para o entrevistador.

Se os seus objetivos profissionais estão além da empresa, talvez não seja interessante pontuar isso naquele momento. Conte apenas o que é relevante e ajudará você a conseguir a vaga.

7. O que acha que conseguiu aprender com os erros que cometeu e como isso lhe fez melhorar?

Essa é outra pergunta na qual você precisa ter bastante consciência de sua jornada até aquele momento. Para respondê-la é preciso ter avaliado antes tudo o que já fez ali ou até mesmo em outras experiências para demonstrar que é capaz de aprender com seus erros. Dê ênfase no aprendizado e evidencie o seu desejo de mudar.

Relacionado: Pergunta de entrevista: "Qual a maior conquista da sua vida?"

8. Quais foram suas principais dificuldades na carreira até aqui?

Aqui você pode pontuar não apenas as dificuldades na execução do trabalho, mas em outras questões como adaptação ou se não era alguém que possuía muitas habilidades comunicativas, por exemplo. Mencione as dificuldades já superadas, conte o processo que levou para ultrapassá-las. Isso dirá muito sobre você e o entrevistador perceberá que é alguém que sabe se adaptar bem às novas situações.

9. Qual a sua principal motivação profissional?

Vários aspectos de um emprego podem ser fatores de motivação. Pode ter relação com o status e a ambição financeira ou amor por aquilo que faz. O ideal é que seja um pouco dos dois. Dessa forma, dependendo da área que atue sua motivação pode ser bem diferente. De uma forma ou de outra, o melhor é responder de forma ética e sinceridade.

10. O que mais tira sua paciência durante a rotina de trabalho?

Há inúmeros tipos de eventos que podem tirar a nossa paciência no trabalho. Geralmente a incompetência ou demora de nossos colegas é uma das coisas mais citadas. Contudo, ao relatar aquilo mais irrita você, tenha cuidado para não ser antiético e acabar falando o que não deveria.

Também não pontue coisas insignificantes, pois estará demonstrando que é alguém que se irrita facilmente. Contudo, dizer que nada tira seu bom humor pode ser percebido como mentira. Opte por uma resposta que esteja no meio termo.

11. De que forma irá contribuir para o crescimento da empresa nesse novo cargo?

Aqui deve usar o que sabe sobre a vaga pretendida. Diga quais características suas farão a diferença e como isso afetará aquele trabalho. É importante demonstrar que tem conhecimento do que é esperado de você naquele cargo e que tem competência para assumir a nova função.

12. Quais foram os cursos e formações que fez nesse último ano?

Se você é uma pessoa que não busca aprimorar seus conhecimentos, não adianta mentir nessa pergunta. Diga que a rotina de trabalho dificultou que conseguisse focar nisso, porém tem consciência de que precisa melhorar nesse aspecto.

Entretanto, se passou o último ano focado nessas formações, esse momento é seu. Conte quais foram os cursos que fez e de que forma eles contribuíram para seu aprimoramento profissional. Será ainda melhor se você puder mencionar algum exemplo prático. Também deixe claro que é uma pessoa que está sempre buscando melhorar e seguirá estudando.

Artigos relacionados

Como responder à pergunta “Fale sobre você” numa entrevista de emprego

Leia mais artigos